sábado, 25 de outubro de 2014

[101 coisas em 1001 dias] Atualização e reflexões


Olá!
Vamos falar sobre metas!?

Quando comecei o 101 coisas em 1001 um dias, pensei que seria realmente complicado cumprir tantas coisas em um prazo que, embora pareça grande, é muito curto. De fato, comprometi-me comigo mesma, assumindo o desafio de sair da zona de conforto, de vencer desafios que me parecem gigantescos (mesmo que, para as outras pessoas tudo seja muito fácil) e de valorizar as pequenas conquistas.

É claro que, do início do projeto até agora, minha vida mudou completamente e, felizmente, eu também. Hoje fui atualizar a lista e me dei por satisfeita. Ainda tenho 340 dias para finalizar 25 tarefas e concluir as 48 que ainda não comecei, mas saber que abandonei apenas 3 me deixa contente. De certa forma, isto significa que eu continuo focada nos meus objetivos, ainda que esteja vivendo de maneira um tanto conturbada.

Falando sobre a atualização, risquei duas tarefas e acrescentei outras que comecei a fazer, mas não terminei ainda. Foram elas:

69. Comprar/ganhar 5 itens (CDs / DVDs, livros) para a minha coleção de coisas do U2.


Eles não são lindinhos?! *_* Fico aqui toda babona! hahaha


Até o final do ano, acho que esta lista cresce (porque eu quero muito o DVD da Elevation tour live from Boston e o Songs of Innocence), mas hoje fechei os cinco itens a que me propus. Não ganhei nenhum, mas fiquei feliz porque peguei alguns na promoção - caso do All that you can't leave behind. Além disso, acabei comprando os meus CDs preferidos de toda a discografia da banda, o que me salva nos momentos de tensão e estresse. No caso dos DVDs, cada um tem uma história na minha vida - seja de fatos da adolescências - como o da Vertigo Tour - seja da fase adulta - como assistir ao da 360º tour e não me lembrar do show que fui aqui?! 

Eu sei que há muitas pessoas contra o U2 e muitas a favor (e muitas que os defendem dependendo da fase de carreira deles), mas o fato é que o que eles escrevem, tocam e cantam mexe comigo de alguma forma que faz de mim uma pessoa melhor. Acredito que todo mundo - ou quase todo mundo - tenha uma identificação dessas com algum tipo de arte e realmente acho que este elo faz bem para a alma.

75. Ir pelo menos duas vezes ao parque Ibirapuera.


Por Fernanda Rodrigues
Uma das minhas fotos preferidas da minha visita ao Ibirapuera.

Eu fui as duas vezes. A primeira foi por causa do piquenique; já a segunda, para encontrar uma amiga que vai sempre correr por lá. Adoro visitar o Ibira para fotografar, então não perdi a chance. Depois que me despedi na segunda vez, fiz várias fotos, caminhei, li e tive um momento comigo mesma. Pretendo voltar, porque quero apresentar aquele asfalto para o meu par de patins. Espero mesmo conseguir fazer isso em breve (vencer a solidão definitivamente será o maior problema, mas ter consciência disto já é, em si, uma vantagem). 

Fazer o 101 coisas em 1001 dias está me mostrando várias qualidades desconhecidas por mim. Está me ajudando a me desenvolver em muitos aspectos e me alertando para alguns pontos importantes. Se é trabalhoso? Muito. Se vale a pena? Com certeza. 
_________________________________________________________________
Observe também em: Facebook | Twitter | Instagram | Flickr | About me

quarta-feira, 22 de outubro de 2014

[Resenha] Man Repeller, de Leandra Medine

Se você está procurando um livro leve, porém bonito, com toda certeza irá gostar das aventuras descritas por Leandra Medine em Man Repeller. Bem-humorada e envolvente, está obra faz parte da lista de leitura "fiquei triste porque terminou". É impossível não querer mais!

Leandra Medine nos apresenta, por meio de crônicas, a história de sua vida e sua busca incansável por seu verdadeiro eu. Como ela o faz? Relacionando cada fato por ela vivido com uma peça do seu guarda-roupa. Passamos a conhecer uma garota que, a princípio era totalmente reprimida por um uniforme de uma escola judia, e que passa a construir o seu eu-feminino desde a infância (seja querendo roupas como as das Spice Girls, seja descrevendo o modelo usado durante a sua primeira vez).

O livro também nos relata como Medine se deu conta que o seu modo de se vestir - bem distante só tão sonhado estilo francês, diga-se de passagem - afetava a sua vida. Foi em um provador que a autora teve um insight simples de que suas roupas e seu estilo repeliam os homens. Foi desta reflexão que nasceu o blog homônimo, Man Repeller.

Sobre o volume propriamente dito, há um encantamento logo de cara pela capa. O projeto gráfico é belíssimo e já nos dá uma pista do teor gostoso dos textos. Ademais, durante a leitura, temos fotografias da autora que comprovam os fatos narrados.

É muito difícil não rir ou não se emocionar com os textos. A identificação na busca de um estilo de vida e de um amor é real. No fim das contas, como a própria autora conclui, repelir ou não homens está atrelado a amar-se ou não. Reflexões como estas fazem a leitura - e a vida! - valerem a pena.

Livro: Man Repeller - A divertida moda que espanta os homens
Autora: Leandra Medine
Tradução: Antonio Carlos Vilela dos Reis
Páginas: 256
Editora: Novo Conceito
Sinopse: Desfilando um short saruel e um casaqueto no provador da Topshop em Manhattan, a desiludida Leandra teve uma epifania. Ao ver o seu refluxo no espelho, ela de repente percebeu que não conseguia arrumar um namorado por causa da sua maneira esquisitona de se vestir. Quanto mais ela pensava nisso, mais admitia que seus looks tinham muito a dizer sobre a sua vida: meio românticos, um pouco extravagantes.

Booktrailer: 


________________________________________________________________
Observe também em: Facebook | Twitter | Instagram | Flickr | About me

segunda-feira, 13 de outubro de 2014

Sentimentos VI (Carta para você - parte 6)


Abri o e-mail e rascunhei uma mensagem sem ter a certeza se deveria enviá-la ou não. Era seu aniversário, e há tantas coisas não ditas entre nós, que o meu primeiro impulso foi deixar os dedos trabalharem digitando todo o sentimento guardado nestes dois anos inteiros de separação. Escrevi , despejei tudo na tela do computador, depois deixei a mensagem lá nos rascunhos...

Editei e apaguei, numa tentativa de entender exatamente o que sinto. Quem sou eu agora afinal? O que sinto por você? Sinto sua falta, decerto, mas também sinto a raiva do abandono, que vem à tona todas as vezes que penso como você sumiu no mundo sem destino, sem me dirigir uma única palavra de despedida, um único adeus.

Acabo não enviando os votos de parabéns pelo seu dia - que, apesar da raiva, seriam sinceros. Não digo que sinto falta das conversas no final do dia, dos chocolates na hora do almoço ou do modo como você pegava em minha mão. Não retomo os sonhos. Apenas olho para dentro e vejo o meu reflexo nos cacos do coração que você partiu.

De certa maneira, sinto-me triste. Queria ser esta pessoa forte que todo mundo acha que sou, recolher a bagunça que você deixou e seguir em frente. Ainda não consigo e, embora saiba que hoje já posso me manter em pé, sinto-me cansada demais para recomeçar a caminhar. Ficar no meu canto é mais simples e me garante mais certeza de menos sofrimento. Traumas que você me deixou ou que eu mesma me impus? O fato é que não aguentaria ver alguém se tornar tão importante para mim partindo novamente - como você fez questão de fazer.

Hoje é domingo e o dia foi ensolarado. Entretanto, fiquei de cama, reclusa, tentando encontrar uma forma de me curar de você. Não mandei o e-mail - nem sei se você ainda usa aquele endereço - e nem vou mandar. Preciso manter a minha dignidade e respeitar a sua decisão de não me ter em sua vida é faz parte do processo.

Mais uma vez, pensei em você. Fico me perguntando se alguém pensará em mim um dia...

_________________________________________________________________
Observe também em: Facebook | Twitter | Instagram | Flickr | About me

quarta-feira, 8 de outubro de 2014

Estou cansada

Estou cansada da falta de amor, da violência verbal, das caras dissimuladas. 
Estou cansada das reclamações, dos gritos, das manhas sem sentido. 
Estou cansada da distância que aparta os corações que eu queria que estivesse aqui por perto. 
Estou cansada do barulho, dos gritos, da indiferença, da descrença e da falta de afeto. 
Estou cansada do dedo na cara, que me acusa de ser errada
(mesmo quando estudo há anos, tentando percorrer um caminho mais correto.
Cansa-me o mundo que se diz o tempo todo certo).

Estou cansada da falta de esperança, do jeitinho que tudo resolve...
Estou cansada de ter que ser todo o tempo forte.
Estou cansada do "faremos do seu modo, como quiser, de qualquer forma", 
Estou cansada do seu dinheiro que paga a minha obra.

Estou cansada de lutar sozinha quando deveria ter respaldo,
cansa-me ter que fazer a tal cara de paisagem...
Que mata tudo o que me resta de beleza e de coragem.

A inspiração me falta, o peito aperta e espreme meus olhos em lágrimas salgadas
(para sentir-me, por fim, exausta de tanto verter água).
Estou tão cansada de sofrer e de sonhos matar...
Vejo a vida marcada, e ela cansa-me de tal forma que me pergunto:
Qual o sentido disto tudo, afinal?!
Cansa-me ter que buscar um sentido
que não se resuma a um poema banal.

_________________________________________________________________
Observe também em: Facebook | Twitter | Instagram | Flickr | About me

terça-feira, 30 de setembro de 2014

[#aophotoaday] Temas de outubro no ar!

Oi pessoal!
Ando sumida, mas estou por aqui.

Coisas de uma mente cheia de ideias para um possível novo livro (oi?!) e de acontecimentos que serão temas de outros posts (se Deus quiser!). Entretanto, o #aophotoaday continua lindo, firme e forte (quer ver com os próprios olhos?! Clique aqui e veja as imagens dos participantes!) e eu não poderia deixar de trazer os temas de outubro para vocês. Vamos a eles?!

Juro que este verde lousa no mês do dia dos professores foi o
meu subconsciente trabalhando. Só me dei conta quando terminei de fazer
a lista. hahaha

Compartilhe a lista acima e imprima o calendário para que você não se perca! Vamos lá?!



É isso! :D
Não se esqueçam de usar a tag #aophotoaday, para que eu possa encontrar o seu clique pelas redes sociais! :D

Beijos e queijos!
_________________________________________________________________
Observe também em: Facebook | Twitter | Instagram | Flickr | About me
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...