Autora

Foto por Carol Vayda.

Olá!
Meu nome é Fernanda Rodrigues, nasci na segunda metade da década de 80, em São Paulo, Brasil - cidade que amo e que ainda me serve de lar. Sou a filha mais velha de um casal muito amor,  tenho uma irmã mais nova e sou mãe de duas gatas muito maravilhosas: a Poesia e a Camomila.

Poesia e Camomila sendo incríveis.


Desde muito cedo tinha alguns objetivos muito claros. Decidi minha profissão aos cinco anos de idade, quando descobri que amava ver o brilho nos olhos de quem aprende. Fui professora em um colégio regular por 10 anos e, atualmente, ensino escrita criativa para todo mundo que quer publicar o seu próprio livro. Além disso, também trabalho com preparação e revisão de textos e sou cofundadora do Projeto Escrita Criativa.

Quando era pequena me apaixonei pelas palavras. Cresci vendo minha mãe escrever longas cartas para os meus avós e tios (já que no início dos anos 90, a ligação de longa distância era muito cara e internet em casa mais ainda), em que ela grifava os trechos considerados mais importantes usando os meus de lápis de cor. Na mesma época, me apeguei a um livro sobre o Napoleão Bonaparte, que tinha letras miúdas e muitas palavras desconhecidas, mas cujos retratos me atraíam profundamente. Conforme fui crescendo, sabia que a comunicação faria parte da minha vida de uma maneira ou de outra — amor que, anos mais tarde, se transformaria neste blog e nos meus outros projetos de ensino e literatura.

Na época de escola, as exatas nunca foram o meu forte — sou dessas que evita fazer contas e, quando faz, usa os dedos das mãos como referência —, por outro lado, as artes sempre me atraíram. Não sou boa nos desenhos nem na pintura, amo fotografia, mas sempre me destaquei mesmo nas aulas de redação e de literatura, porque a palavras brotavam, e porque eu vivia palpitando sobre o que tal autor quis dizer com tal trecho de uma determinada obra. Acredito que o meu amor pela língua portuguesa, o fato de eu sempre querer conversar (meus professores piravam!) e o desejo de entender o que as pessoas diziam em outros idiomas foram os motivos de querer cursar Letras – quando todos achavam que deveria fazer Pedagogia.

Durante a graduação escrevi dois livros de literatura infantil (O Cadarço da Lilica e Getting to know the zoo), elaborei um trabalho que relacionava o Barroco e a arquitetura de Brasília e ganhei menção honrosa em um concurso de poesia da universidade. Conquistas que me enchem de orgulho. 

Depois da graduação, passei um bom tempo lecionando e escrevendo, até que resolvi retomar os estudos. Em 2018 terminei a pós-graduação em um curso chamado Formação de Escritores e Especialistas em Produção de Textos Literários para me aperfeiçoar nesta jornada de escritora. Em 2019, foi a vez de cursar a pós em Docência em Literatura e Humanidades. Antes disso, me arriquei no wattpad e me tornei a 3ª colocada no Prêmio SESC Crônicas Rubem Braga (2017), com a crônica "Lembranças com cheiro de bolo quente".

Meu primeiro livro solo foi publicado numa linda tarde de inverno de 2019. A Intermitência das Coisas: sobre o que há entre o vazio e o caos tem cerca de 45 poemas e veio ao mundo por meio da Editora Penalux.

Fora da vida acadêmica, não deixei os costumes antigos de lado, porque old habits die hard. Continuo me divertindo tomando café e frequentando livrarias, bibliotecas e museus. Continuo com esse desejo incessante de voltar 15 mil vezes a Buenos Aires (e, talvez, viver um tempo por lá). Continuo ouvindo Backstreet Boys (sim, eles ainda existem), U2, Rolling Stones e Gavin DeGraw. Friends continua sendo o melhor seriado do universo ao infinito e além... E livros continuam sendo bem-vindos, ainda que a biblioteca já esteja grande e me falte espaço no meu quarto.

Foto feita por mim em uma andança por São Paulo.


Quer me deixar feliz? Me dê um sorriso sincero, me pergunte como estou — querendo genuinamente saber a resposta —, me convide para uma xícara de café ou para observar o céu. Você ainda pode puxar papo “só para praticar” inglês ou espanhol ou para conversar sobre livros. 

Topa dar uma volta por aí? Vamos observar juntos o mundo que nos cerca? ;)

Algumas Observações | Ano 14 | Textos por Fernanda Rodrigues. Tecnologia do Blogger.