quarta-feira, 2 de junho de 2021

Em obras



Olhar para dentro é sempre um processo que exige esforço. Não digo pelo olhar em si, mas sim pela análise que o acompanha. É preciso ter coragem para acessar áreas que estão sinalizadas com uma placa de “acesso restrito”, pedaços do ser que só o inconsciente tem passe livre.

Às vezes, como em um conto de fadas, adentro à área proibida da floresta. É ali, no lago iluminado pela Lua cheia, que me perco e me acho. Há feridas que me acompanham ao longo da vida e que talvez nunca se curem. Mesmo assim, é bom ver meu reflexo na água. Quantas vidas cabem em um segundo?!

Nem sempre, contudo, esse exercício vem premeditado. Uma coisa é olhar para dentro numa sessão de terapia, em que as condições de temperatura e pressão são aparentemente controladas. Outra é se pegar pensando ao andar na rua, ao olhar o céu, ao ler um verso de um poema. Quando o mergulho é tão espontâneo quanto o ir e vir das ondas do mar, ele é muito mais profundo. A surpresa, muitas vezes, estremece. 

Olhar para dentro exige esforço. E exige humildade também. Não é possível racionalizar tudo o tempo todo e controle é algo tão ilusório quanto enfileirar a vida em dias, meses e anos. Fermentar bons sentimentos diante do pavor é uma lição a ser apreendida.

Ainda não sei o que vou fazer com o relicário encontrado no espaço interditado que há em mim.

Selo de participação da blogagem coletiva do Projeto Escrita Criativa.
O tema da blogagem coletiva de junho de 2021 foi: Aquilo que eu vi....
Para saber mais sobre o Projeto Escrita Criativaclique aqui.
_____________________________________________________________

12 comentários:

  1. Que texto lindo!!!
    Amei o post, depois dá uma passadinha no meu cantinho também, vou amar te receber la ♥
    Vibe da Maria

    ResponderExcluir
  2. Poetizou bem. É ótimo temos esses momentos de respiro e de mudanças. Espero que retorne cheia de novidades.

    Boa semana!

    Jovem Jornalista
    Instagram

    Até mais, Emerson Garcia

    ResponderExcluir
  3. Oi, Fernanda. Tudo bem? Belíssimo texto. Um dia a gente acorda e se dá conta de que o que se foi não volta mais, infelizmente. Abraço!

    https://lucianootacianopensamentosolto.blogspot.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Luciano!
      Por isso é importante pensar nas escolhas que tomamos, não? :)

      :*

      Excluir
  4. Oi Fernanda,
    É preciso muita coragem e força de vontade para olhar para si e mudar. Texto inspirador e parabéns por escrevê-lo.
    beijos
    http://estante-da-ale.blogspot.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Alê! :)
      Fico muito contente que você tenha se sentido inspirada. :)
      Um beijo :*

      Excluir
  5. Que lindo, Fernanda!

    Você tem um dom muito bonito dentro de você que deixa se exzpressar através das palavras, sabe? Me trouxe inspiração!

    "
    Quando o mergulho é tão espontâneo quanto o ir e vir das ondas do mar, ele é muito mais profundo. "

    Beijos!
    Pâm
    Blog Interrupted Dreamer


    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Pâm!
      É muito bacana saber que o meu texto te inspira :)

      Um beijo :*

      Excluir

Olá!

♥ Quer comentar, mas não tem uma conta no Google? Basta alterar para a melhor opção no menu "Comentar como:". Se você não tiver uma conta para vincular, escolha a opção Nome/URL e deixe a URL em branco, comentando somente com seu nome.

♥ É muito bom poder ouvir o que você pensa sobre este post. Por favor, se possível, deixe o link do seu site/blog. Ficarei feliz por poder retribuir a sua visita.

♥ Quer saber mais sobre o Algumas Observações? Então, inscreva-se para receber a newsletter: bit.ly/newsletteralgumasobservacoes

♥ Volte sempre! ;)

Algumas Observações | Ano 14 | Textos por Fernanda Rodrigues. Tecnologia do Blogger.