Devaneio

by - 12:04 AM

Pergunto-me por onde você anda. Será que nossos caminhos se cruzarão?

Faço poesia. Escrevo prosa. Grito para o mundo o quanto a sua ausência me faz falta... Ainda que não conheça o seu rosto, ainda que não tenha a imagem do seu sorriso, sinto sua presença. Você vive em meu coração.

Não sei quando, nem onde, nem se nos encontraremos; entretanto, estou a sua espera.

(E de tanto esperar, me desespero. E de tanto esperar, perco as esperanças. E de tanto esperar já o amo. E de tanto esperar, continuo me perdendo. E de tanto esperar, o procuro.)

Por onde você anda, por que você não me encontra?

You May Also Like

2 comentários

  1. Gostei bastante do Blog.
    Muito interessante !

    É bom ver a cada dia que passa mais originalidade nessa "blogosfera". :)

    Deixo o meu aqui caso queira dar uma olhada, seguir..;
    http://bolgdoano.blogspot.com/

    Muito Obrigada, desde já !

    ResponderExcluir
  2. Oi Fê.

    Nossa parabéns por mais um belo devaneio.
    Sério até parece que o escreveu para mim.


    Beijos da Fê
    http://fernandabizerra.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir

Não deixe de observar também!

Sempre vou responder ao seu comentário por aqui; mas, se você deixar o seu link, farei questão de ir observar na sua morada! ;)