sexta-feira, 12 de agosto de 2022

10 dicas para implementar/retomar o hábito de leitura — Sexta do Blog #05



Ao longo desta semana, uma amiga respondeu um story que fiz no Instagram, dizendo que queria retomar o hábito da leitura, mas que estava difícil. Ao longo da nossa conversa, fui dando algumas dicas, que trouxe para este post. Espero poder ajudar a quem estiver nessa retomada também ou quiser trazer mais livros para a sua vida. Vamos lá?

Foto por Laura Kapfer, via Unsplash.


Comece optando por livros com textos curtos

Quando a gente passa muito tempo sem ler, é mais difícil recomeçar com um longo romance. Optar por crônicas, contos e poemas (ou por romances com capítulos curtos) pode ser um jeito mais simples de encaixar a leitura na rotina. Para quem tem um ritmo de vida muito acelerado, é mais fácil ler um poema de uma página, uma crônica de duas, um conto de dez, do que ler um capítulo de trinta, quarenta páginas. Comece aos poucos e depois vá aumentando o desafio até chegar nos romances e textos mais longos.

Leia mais de um livro

Alternar as leituras pode dar mais fôlego para continuar lendo. Você pode adotar alguns critérios na escolha: leituras mais leves e mais sérias, leituras de não ficção para desenvolvimento pessoal e livro literário, um livro maior e outro menor em nº de páginas etc. Assim, quando você estiver mais cansado, pode ler um livro leve e menor e quando estiver mais focado, um livro mais sério ou de estudo.

Retome pelos seus autores/livros favoritos

Recomece por autores que você já conhece a linguagem e já ama! Isso vai facilitar com que a sua leitura ande e vai te deixar animado para pular para outros livros. Uma outra alternativa é reler livros que te trazem boas recordações — seja por conta da história, seja por conta da experiência de leitura (o que você sentiu lendo). 


Foto por Gülfer ERGİN, via Unsplash.


Sempre tenha um livro com você

Espalhe livros pelos lugares que você frequenta: tenha livros no quarto, na sala, na varanda, no espaço de trabalho, na bolsa, na mochila, no celular, no seu e-reader. Assim, quando você estiver cansado, não vai precisar ir até o livro. O livro foi até você. 

Planeje as leituras nas janelas do seu dia: faça pequenos blocos de tempo

No mundo ideal, a gente tiraria um dia ou uma tarde inteira para ler. No mundo real, as coisas são mais complicadas. Então, minha sugestão é a seguinte: trabalhe com o tempo que você tem. Onde você pode encaixar a leitura? Dez minutos antes de uma reunião? Quinze minutos no horário de almoço? Cinco ao acordar ou antes de dormir? No trajeto de casa para o trabalho e vice-versa? Pedalando na bicicleta na academia? Pois bem. É melhor trabalhar com pequenos blocos de tempo que sejam constantes do que com um bloco grande de tempo que é impossível.

Foto por Jan Kahánek, via Unsplash.


Faça listas e anotações

Eu tenho três listas: a de livros que tenho e não li; a de livros que não tenho e quero ter; a de leituras em andamento/livros lidos. Nos meus planejamentos semanais e mensais, sempre volto a essas listas porque isso me ajuda a perceber a quantas andam as minhas leituras. Como minhas listas estão no Notion, coloco cada livro como página dentro de um banco de dados e dentro do nome de cada livro tenho as principais informações deles: tópicos com as principais ideias, citações, no caso de poesia/crônicas/contos: quais textos mais gostei, o que posso usar em aula com os meus alunos etc. As anotações são opcionais, mas me ajudam muito (principalmente em tarefas relacionadas ao livro, como escrever as resenhas aqui para o blog).

Cerque-se de quem te inspira

Como disse, faço esse controle usando o Notion e posso personalizar a minha página de leituras. Nela, tenho uma foto do Jack Edwards no topo, para me lembrar que ele lê muito porque ele tem foco em garantir a leitura no dia a dia dele. Além dele, acompanho outros YouTubers literários. Por conta das minhas atividades profissionais, tenho muitos amigos que também são escritores e professores de literatura, o que colabora para estar nos ambientes que envolvem livros e leitura. Isso tudo funciona como um incentivador. 

Se estiver difícil para você se conectar a outros leitores, o Twitter pode ser um bom espaço, bem como os clubes de leitura espalhados por aí.

Saiba mais: 5 clubes de leitura que você precisa conhecer.

Frequente lugares literários

Se for possível, frequente espaços literários: livrarias, bibliotecas, centros culturais, eventos de lançamentos, saraus, batalhas de slams, bienais e festivais literários. Lugares assim são ótimos para nos deixar com vontade de ler, para conhecer outros leitores, escritores e outros profissionais do livro (editores, livreiros, bibliotecários) que podem indicar boas obras.

Compartilhe com seus amigos

Compartilhar leituras nas redes sociais, fazer leituras conjuntas, ter o compromisso de disseminar a palavra do livro podem ser formas de se forçar a ler. Se você diz publicamente que vai escrever uma resenha por mês, as pessoas que te acompanham vão ficar esperando por isso. Como uma resenha não se faz sozinha, a leitura será parte desse projeto. Compartilhar o que lê, pode ser um caminho para ler mais.

Entenda a sua fase de vida

Por fim, mas não menos importante: cuide da sua saúde mental e não se compare. Eu já fui uma pessoa que já li 265 livros em um único ano. Mas foi em um ano em que eu era adolescente, não tinha trabalho e boletos para pagar, não tinha passado por momentos desafiadores como uma pandemia mundial. Hoje, se eu chegar nos 50 será muito (cheguei ao 25º do ano agora). Alguns estou lendo desde 2020 (já viu o tamanho do Todas as Crônicas, da Clarice Lispector?) e tudo bem. Cada um no seu ritmo. É melhor ir devagar e implementar/retomar o hábito de ler aos poucos, do que ficar parado e não ler nada.


Foto por Fallon Michael, via Unsplash.

Agora é a sua vez!

Me conta nos comentários: como anda o seu hábito de leitura?


Este texto faz parte de uma blogagem coletiva. Veja abaixo os outros blogs participantes:


Caso você queira ler os outros posts que eu escrevi na #SextadoBlog, acesse: 
 ♡ 01 ♡ 02 ♡ 03 ♡ 04 ♡

_____________________________________________________________
Gostou deste post?
Então considere se inscrever na Newsletter para receber boletins mensais 
ou me acompanhar nas redes sociais: 

10 comentários:

  1. Oi Fernanda,
    Algo que me ajuda muito a ler é colocar o celular no modo avião.
    E claro, pegar um livro das minhas autoras favoritas!
    beeijos
    http://estante-da-ale.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  2. Faz um tempo que eu não separo um tempo do meu dia para ler, mas estou alternando entre duas leituras para voltar nesse ritmo de ler livros gostosinhos e não os papers da faculdade que tenho que engolir a cada tanto. Adorei as dicas e com certeza vou começar a levar um desses livros na mochila para ler nos intervalos da faculdade!

    Beeeijos,
    https://www.pandinando.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ai, amiga, carregar um livro é sempre uma boa pedida. Eu acho que é sempre bom ter algum por perto. Espero que dê certo. :)

      Beijos

      Excluir
  3. Olá.
    Amei as dicas de leitura. Ler mais de um livro ajuda muito na hora de intercalar as leituras e mesclar assuntos e gêneros literários, no meu caso me ajuda a evitar desânimo de novas leituras.
    Carregar livros eu também amo.
    Beijos.



    http://www.parafraseandocomvanessa.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pois é! É bacana ir alternando para arejar a cabeça :)

      Um beijo :*

      Excluir
  4. oiee!

    esse post caiu como uma luva pra mim. ando passando por um bloqueio literário tão grande. eu to entendendo primeiro o meu dia e o que tá acontecendo. sempre fui de ler muito, mas hj tenho priorizado newsletter de coisas do trabalho e quando aparece a oportunidade da leitura por lazer, estou exausto.

    suas dicas me deu várias ideias aqui. obrigadooo!

    bj!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu fico feliz que o post tenha sido útil. Espero que você saia desse bloqueio em breve. :)
      Beijos :*

      Excluir
  5. Muito boas as dicas! Vejo muitas pessoas dizendo que estão tendo mais dificuldade para se concentrar pra ler (eu sou uma delas) e isso é muito reflexo dessa sociedade atual de rapidez e muitas telas. As dicas que você deu ajudam muito mesmo. Principalmente a última. Especialmente quando a gente anda com uma galera que ama muito literatura e lê muito, a gente sempre se sente meio merda por não ler tanto ou não conseguir focar pra ler. Mas é importante mesmo verificar sua vida no momento e também se você ama tanto literatura quanto as outras pessoas, porque às vezes elas amam mais que você e vão ler mais que você mesmo, porque você escolhe fazer outras coisas no lugar (não tô falando de deixar de ler, mas ler menos por fazer outras escolhas), e tudo bem isso tb. Enfim... É isso. (sei nunca terminar esses comentários rs). Beijos!

    ResponderExcluir

Olá!

♥ Quer comentar, mas não tem uma conta no Google? Basta alterar para a melhor opção no menu COMENTAR COMO. Se você não tiver uma conta para vincular, escolha a opção Nome/URL e deixe a URL em branco, comentando somente com seu nome.

♥ É muito bom poder ouvir o que você pensa sobre este post. Por favor, se possível, deixe o link do seu site/blog. Ficarei feliz por poder retribuir a sua visita.

♥ Quer saber mais sobre o Algumas Observações? Então, inscreva-se para receber a newsletter: bit.ly/newsletteralgumasobservacoes

♥ Volte sempre! ;)

Algumas Observações | Ano 16 | Textos por Fernanda Rodrigues. Tecnologia do Blogger.