domingo, 24 de abril de 2022

Contradições

Mulher se equilibrando numa corda elevada, como em um número circense ao ar livre. Sobre a imagem o título do post "Contradições".
Foto por Bianca Ackermann, via Unsplash.


Brotam sensações diversas. Não sei de onde vem o desejo, mas ele é latente e coabita este corpo. É quente, como todo fogo que ferve o sangue de quem tem fome de justiça. Não sei de onde as sensações surgem, mas elas estão acompanhadas da força de quem vai à guerra.

Dinheiro, poder, vírus. Nada mais importa. Tudo isso importa. É nessa dança que sobrevivo. Brinco de viver. Brinco de entender. Mergulho sem saber nadar. Me jogo nos braços do incerto. Perco o controle. Perco o jogo. Não seduzo, coloco para fora as sensações que não compreendo. Não quero mais fingir. Sou frágil. A vulnerabilidade vem à tona. Gosto dela.

Este lugar é escuro. Não sei qual é o final do caminho. Não sei quanto tempo demorará para que eu chegue lá. E eu quero chegar lá, afinal? Felicidade é uma palavra grande e tão efêmera. Só se sabe que se é feliz quando já se foi. O que é a dor se não o eterno desconforto de viver?

Galopeio em meus próprios pés. Nunca fui boa em domar cavalos. Não sei me domar. Sempre tentei, nunca consegui. Hora de abandonar as malas e sair só com a roupa do corpo, com as sensações que brotam. Elas são diversas, mas não julgo. Bem e mal convivem com o desejo e com esse corpo pensante, delirante. Danço no caminho, porque não sei ao certo me equilibrar. O que me tira do eixo é o que me faz pulsar? Se for, agradeço.

Recomeço. Não sei se é substantivo ou verbo. Tudo depende da entonação dada na leitura. Tudo depende de como leio a minha jornada.


_____________________________________________________________
Gostou deste post?
Então considere se inscrever na Newsletter para receber boletins mensais 
ou me acompanhar nas redes sociais: 

4 comentários:

  1. Oi, Fernanda. Como vai? Intenso e tocante. Texto formidável! Parabéns, abraço!


    https://lucianootacianopensamentosolto.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  2. Mais um texto impecável, Fê! ♥ Contradições fazem parte da vida e esse trecho final foi o ponto alto. Parabéns por cada palavra escrita. Cada uma me inspira! :)

    Beijos, Carol
    www.pequenajornalista.com

    ResponderExcluir
  3. Palmas! Incrível esse texto!

    Boa semana!

    O JOVEM JORNALISTA está de volta com muitos posts e novidades! Não deixe de conferir!

    Jovem Jornalista
    Instagram

    Até mais, Emerson Garcia

    ResponderExcluir

Olá!

♥ Quer comentar, mas não tem uma conta no Google? Basta alterar para a melhor opção no menu COMENTAR COMO. Se você não tiver uma conta para vincular, escolha a opção Nome/URL e deixe a URL em branco, comentando somente com seu nome.

♥ É muito bom poder ouvir o que você pensa sobre este post. Por favor, se possível, deixe o link do seu site/blog. Ficarei feliz por poder retribuir a sua visita.

♥ Quer saber mais sobre o Algumas Observações? Então, inscreva-se para receber a newsletter: bit.ly/newsletteralgumasobservacoes

♥ Volte sempre! ;)

Algumas Observações | Ano 14 | Textos por Fernanda Rodrigues. Tecnologia do Blogger.