terça-feira, 12 de julho de 2022

Planejando o segundo semestre

O que você ainda quer realizar? 
(Foto por Marissa Grootes, via Unsplash)


Julho chegou e com ele a necessidade de ver o que ainda é possível salvar fazer ainda este ano. Que eu gosto de pequenos marcos, quem me acompanha aqui há mais tempo já sabe, mas o que eu gosto mesmo é que esses momentos de revisão e planejamento me ajudam a não perder o foco, sabe? Como eu sempre estou fazendo muitas atividades ao mesmo tempo, é muito fácil eu me perder. Sentar e me organizar me mantém no caminho que eu quero trilhar para mim mesma.

Primeiro: revisão

Foto por Arnel Hasanovic, via Unsplash.


As áreas da vida

Eu gosto de fazer o exercício da roda da vida, em que analiso o meu nível de satisfação nas seguintes áreas: Equilíbrio Emocional, Saúde e disposição, Desenvolvimento intelectual, Carreira e trabalho, Recursos financeiros, Projetos, Família, Amor, Vida social, Hobbies e lazer, Plenitude, Espiritualidade, Contribuição com o mundo, Espaço físico. Dou uma nota para cada uma das áreas, de modo a ver o que precisa de alguma ação (ou não). Embaixo das notas, escrevo um pequeno parágrafo para registrar o que a reflexão me trouxe. Este exercício me ajuda a encontrar um foco para um ponto que esteja crítico ou para continuar fortalecendo uma área que esteja boa.

E os objetivos do ano, meu bem?

Depois releio os objetivos que eu tinha traçado para o ano todo. Ali, vejo o que já foi feito e avalio o que ainda faz sentido continuar na lista, o que não tem mais relação com o que desejo. Também penso se tem alguma demanda nova que surgiu ao longo do primeiro semestre que precisa ser acrescentada. 

Há pendências?

Normalmente, em junho, eu tento zerar as minhas pendências para o segundo semestre. Além dos objetivos do ano, tento organizar coisas práticas: a pasta de downloads do celular e do computador, as respostas no e-mail, delegar tarefas que precisam etc. Se ainda fica alguma dessas pendencias, eu anoto para realocar para o semestre seguinte.

Há registros?

Eu gosto de fazer alguns registros de saúde mental, física (minha e das gatas) e financeira, então aproveito esse momento de revisão para atualizar esses registros. Assim como acontece com as metas do ano, às vezes é preciso tomar alguma ação (marcar vacina das gatas, por exemplo).

Um dia/talvez? As metas para vida

Aproveito para ver se há algo da minha lista de um "um dia/talvez?" que possa ser incluído nas tarefas, compromissos e projetos. Como as metas para a vida fazem parte do que desejo fazer, não do que eu tenho que fazer, fica mais fácil colocá-las no planejamento conforme a flexibilidade da rotina.

Nessa hora também costumo pesquisar algo que esteja de olho, por exemplo as datas das festas/feiras/eventos literários e o calendário de inscrição de algum curso. Se compensar, incluo no planejamento.

Depois: planejamento

Foto por Nick Morrison, via Unsplash.


Área de foco

Há alguma área da vida que eu precise focar? Se sim, quais serão as ações necessárias? Aqui faço um plano estratégico para elas.

Quais são as datas fixas e quais são os prazos?

Faço um pente-fino no calendário para ter uma visão de datas que já estão fixas e que não podem ser mudadas por mim: feriados, aniversários, eventos, calendário de vacina (meu e das gatas) etc. Isso me deixa com uma visão real de quanto tempo eu tenho para realizar tudo o que preciso até o fim do ano. 

Às vezes, a data exige alguma ação anterior (agendar uma consulta, comprar um presente, guardar dinheiro etc.), então colo isso no calendário também (já que há uma data limite para cada uma dessas ações). 

Distribuição temporal

Distribuo as tarefas no planejamento mensal (aquilo que eu quero fazer no mês, sem uma data específica), coloco o que tem data específica na agenda e crio os trackers para monitorar o que precisa ser monitorado. Assim fica fácil de saber o que precisa ser feito e quando.
Normalmente eu começo essa divisão começando pelo trabalho, porque gosto de passar o calendário do semestre para os meus alunos. Como essa é a maior área que eu tenho datas fixas, começo por ela.


Com tudo isso pronto, posso começar o semestre com mais tranquilidade. :)

_____________________________________________________________
Gostou deste post?
Então considere se inscrever na Newsletter para receber boletins mensais 
ou me acompanhar nas redes sociais: 


4 comentários:

  1. Oi Fernanda,
    amei a forma que se organiza e as estratégias usadas na hora de cumprir metas e objetivos.
    Eu sempre estou me programando e a cada mês eu vejo o que consegui cumprir. das metas anuais só falta uma para cumprir mas, é a longo prazo e já estou bem adiantada, falta bem pouco agora.
    Amei esse post.
    Beijos.


    https://www.parafraseandocomvanessa.com.br/

    ResponderExcluir
  2. oiee!

    eu amo posts como esse, pq acabo pegando algum método q se encaixa bem na minha organização. #fazmais <3

    assim como vc, eu amo a roda da vida. esse mês eu fiz a minha e pela primeira vez no ano a nota foi bem baixa pra muita coisa. piscou o sinal de alerta real pro meu emocional, que graçadels ando monitorando na terapia.

    enfim... que o seu segundo semestre seja incrível e cheio de realizações!!!

    bj!

    ResponderExcluir
  3. Eu nunca me canso de ficar surpresa com o quanto as pessoas são diferentes. Acho muito interessante perceber isso, até pra criar personagens. Hehe Eu sou totalmente o oposto de você. Se faço um review do que fiz ou se crio listas de realizações e tudo isso que você disse fazer, eu fico ansiosa e frustrada. Óbvio que crio umas to-do lists no dia a dia, mas no geralzao não funciona pra mim nem no antes nem no depois, mesmo que eu tenha realizado bastante coisa. Não é meu modo de funcionar. Mas eu tenho ficado cada vez mais maravilhada na diversidade com a diversidade de funcionamentos que existem no mundo. E acho que é isso mesmo, cada um tem que seguir o que se sente melhor fazendo. Muito legal! E obrigada por compartilhar conosco um pouco de você. Beijo!

    ResponderExcluir
  4. Oi Fernanda, tudo bem?

    De uns tempos pra cá eu percebi que só funciono com planejamento também, o ruim que eu descobri que eu fujo muito de planejamento... rsrs...

    Não costumo fazer esse apanhado no meio do ano. Como faço um post com metas em Janeiro no blog, só em Dezembro vou olhar o que eu fiz e o que vai ficar para o ano seguinte. Espero um dia conseguir me organizar melhor assim como você. Eu fico mais motivada quando tenho uma lista de objetivos para trabalhar.

    Beijos;
    Te espero nos meus blogs!
    Mente Hipercriativa (Livros, filmes e séries)
    Universo Invisível (Contos e Crônicas)

    ResponderExcluir

Olá!

♥ Quer comentar, mas não tem uma conta no Google? Basta alterar para a melhor opção no menu COMENTAR COMO. Se você não tiver uma conta para vincular, escolha a opção Nome/URL e deixe a URL em branco, comentando somente com seu nome.

♥ É muito bom poder ouvir o que você pensa sobre este post. Por favor, se possível, deixe o link do seu site/blog. Ficarei feliz por poder retribuir a sua visita.

♥ Quer saber mais sobre o Algumas Observações? Então, inscreva-se para receber a newsletter: bit.ly/newsletteralgumasobservacoes

♥ Volte sempre! ;)

Algumas Observações | Ano 16 | Textos por Fernanda Rodrigues. Tecnologia do Blogger.