terça-feira, 12 de abril de 2022

Incertezas

Imagem por lillolillolillo, via Pixabay.


Faço poesia para driblar o tempo. O futuro é tão incerto que até o segundo seguinte hesita em chegar. Escrevo, porque quero entender as faltas — de segurança no mundo, de um amor romântico, de saúde pública, da dor vista — e que fazer com elas. 

Faço poesia justando palavras como gostaria de juntar as pessoas que amo e admiro — estejam elas aqui ou na China, vivas ou não. Crio odes aos meus antepassados e cartas ao meu futuro latente em esperança vindoura. Escrevo, rasuro rascunho, não sei se publico ou se guardo, mas não desisto de montar esse quebra-cabeça infinito de pensamentos.

“Ando desnorteada, sem compreender o que me acontece e sobretudo o que não me acontece” — leio no fim de uma das crônicas de Clarice. Suas palavras me abraçam e, mais uma vez, sou Poesia.

_____________________________________________________________
Gostou deste post?
Então considere se inscrever na Newsletter para receber boletins mensais 
ou me acompanhar nas redes sociais: 

6 comentários:

  1. Oi, Fernanda. Tudo bem? Que texto bonito. Adorei. Um abraço!



    https://lucianootacianopensamentosolto.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  2. É tão bom encontrarmos o conforto nas palavras.

    Boa semana!

    O JOVEM JORNALISTA está de volta com muitos posts e novidades! Não deixe de conferir!

    Jovem Jornalista
    Instagram

    Até mais, Emerson Garcia

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu fico feliz que você tenha gostado. Escrever e ler sempre pode ser um refúgio :)

      Excluir
  3. Que texto lindo, Fê.
    Lindo e aconchegante!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fico feliz que você tenha encontrado aconchego nas minhas palavras. :)

      Excluir

Olá!

♥ Quer comentar, mas não tem uma conta no Google? Basta alterar para a melhor opção no menu COMENTAR COMO. Se você não tiver uma conta para vincular, escolha a opção Nome/URL e deixe a URL em branco, comentando somente com seu nome.

♥ É muito bom poder ouvir o que você pensa sobre este post. Por favor, se possível, deixe o link do seu site/blog. Ficarei feliz por poder retribuir a sua visita.

♥ Quer saber mais sobre o Algumas Observações? Então, inscreva-se para receber a newsletter: bit.ly/newsletteralgumasobservacoes

♥ Volte sempre! ;)

Algumas Observações | Ano 16 | Textos por Fernanda Rodrigues. Tecnologia do Blogger.