terça-feira, 15 de março de 2022

Social

Foto por Jeremy Bezanger, via Unsplash.



algoritmos substituem casualidade 
direita, sim. esquerda, não. 
a escolha perfeita no cardápio 
é possível ser conquistado por alguém sem link na bio? 

casualidades substituem o espontâneo ao rolar tela infinitamente
diversas possibilidades:
americano com latina, brasileira com francês, italianos e britânicos. 
dancinhas e declarações de amor são verdadeiras?

carros substituem passos
não há mais conversa fiada no elevador. 
Morreram o “Bom dia” e o “Tá calor... Acho que vai chover” 
A mudez do acaso habita apenas a esquina?

Caminhos se cruzam 
cada vez mais distantes, 
amparados por telas e sedentos por abraços 
que não dão engajamento.





_____________________________________________________________
Gostou deste post?
Então considere se inscrever na Newsletter para receber boletins mensais 
ou me acompanhar nas redes sociais: 

4 comentários:

  1. Realmente dá que pensar! Gostei do post. :) Beijinhos
    --
    O diário da Inês | Facebook | Instagram

    ResponderExcluir
  2. Vou só aplaudir esse texto mesmo porque tá foda!
    (ps. pra mim, impossível ser conquistada por foto sem bio, mas isso é pessoal, eu sei hahahaha)

    ResponderExcluir
  3. Adorei a reflexão! Parabéns!

    Boa semana!

    O JOVEM JORNALISTA está de volta com muitos posts e novidades! Não deixe de conferir!

    Jovem Jornalista
    Instagram

    Até mais, Emerson Garcia

    ResponderExcluir

Olá!

♥ Quer comentar, mas não tem uma conta no Google? Basta alterar para a melhor opção no menu COMENTAR COMO. Se você não tiver uma conta para vincular, escolha a opção Nome/URL e deixe a URL em branco, comentando somente com seu nome.

♥ É muito bom poder ouvir o que você pensa sobre este post. Por favor, se possível, deixe o link do seu site/blog. Ficarei feliz por poder retribuir a sua visita.

♥ Quer saber mais sobre o Algumas Observações? Então, inscreva-se para receber a newsletter: bit.ly/newsletteralgumasobservacoes

♥ Volte sempre! ;)

Algumas Observações | Ano 14 | Textos por Fernanda Rodrigues. Tecnologia do Blogger.