terça-feira, 17 de novembro de 2020

Entre estar certa e não viver, preferi decidir

Foto por Annie Spratt, via Unsplash.

Ele sabia que era o meu aniversário. Ele sabia que não gosto de festas, mas gosto de estar com os amigos, e que estar com os amigos é estar em festa. Ele sabia que 2020 seria mais difícil, sem poder aglomerar. Ele sabia que eu amo o silêncio tanto quanto a gargalhada que ecoa descompromissada, depois que meus ouvidos ouvem uma piada sem graça.

Mesmo tendo tirado o lembrete do Facebook, ele sabia que aquele era o meu dia. Ele viu a minha publicação nas redes sociais. Ele viu as mensagens que os meus amigos me deixaram. Ele sabia que o meu aniversário é um dia especial para mim. Mas e eu? Eu sou especial para ele?

Silêncio. 
Fim de dia. Agora só na próxima volta ao redor do sol. Estará ele aqui? Ou melhor, estarei eu aqui para ele?

Meses depois, o inverso se deu. Eu sabia que ele adora aniversários, mas finge que detesta. Eu sabia que ele daria uma de esquecido, de rotineiro, de "é só mais um dia qualquer". De fato, para mim era mesmo mais um dia entre todos os outros do ano. E para ele era assim? 

Abri o WhatsApp e escrevi: "feliz aniversário, escorpiano. Feliz volta ao redor do sol". Pensei em dizer "meu escorpiano favorito", mas logo percebi que ele não era meu e estava longe - a anos luz! - do favoritismo. Por que enviaria a mensagem mesmo?!

Queria ter uma prova de que o capítulo estava encerrado e que sim, fiz algo pautado no bem, não no "dar o troco e não dizer nada". Aniversários são para ser lembrados e, voilà, lá estava eu me lembrando como uma boa virginiana sempre o faz.

Mais uma vez, silêncio.

Nem um oi, um "obrigado", ou um emoji sorrindo amarelo. Nada. Palavra alguma preenchendo o espaço e o tempo. Ausência que se materializará até o próximo aniversário?

Provavelmente sim, porque eu sei que eu não estarei mais ali.


O tema da blogagem coletiva de novembro de 2020 foi: coisas não ditas.
Para saber mais sobre o Projeto Escrita Criativaclique aqui.

_____________________________________________________________

5 comentários:

  1. A difícil relação entre escorpianos e virginianos... já vivi, senti o texto na pele!

    ResponderExcluir
  2. O seu texto me fez rir (quase alto), porque tu sabe que vivo o mesmo. Dias atrás foi o aniversário e eu não desejei felicitações. No ano passado enviei "Sua vida está para ganhar velocidade e atravessar a estratosfera. Aperte o cinto e esteja certo de que vai aproveitar a jornada. Felicidades e amor, BB. Feliz aniversário!"
    O texto foi uma brincadeira sobre o filme dele.

    Esse ano mandei silêncio e ele me mandou solicitação de amizade no Snapchat.

    ResponderExcluir
  3. Às vezes, é difícil a escolha por virar a página por tudo o que nela já foi escrita. Sei bem como é isso. Mas um lado bom disso é que vai passar. E o tempo vai trazer o novo. E vai abrir novos caminhos. Pra viver! ;)

    beijos

    https://ludantasmusica.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  4. Boa reflexão. É triste quando alguém perde o posto em nossos corações.

    Bom fim de semana!

    Jovem Jornalista
    Instagram

    Até mais, Emerson Garcia

    ResponderExcluir

Olá!

♥ Quer comentar, mas não tem uma conta no Google? Basta alterar para a melhor opção no menu "Comentar como:". Se você não tiver uma conta para vincular, escolha a opção Nome/URL e deixe a URL em branco, comentando somente com seu nome.

♥ É muito bom poder ouvir o que você pensa sobre este post. Por favor, se possível, deixe o link do seu site/blog. Ficarei feliz por poder retribuir a sua visita.

♥ Quer saber mais sobre o Algumas Observações? Então, inscreva-se para receber a newsletter: bit.ly/newsletteralgumasobservacoes

♥ Volte sempre! ;)

Algumas Observações | Ano 14 | Textos por Fernanda Rodrigues. Tecnologia do Blogger.