quarta-feira, 23 de dezembro de 2015

{Resenha} O homem que você vai ver, de Eli Gottlieb

Quem em acompanha lá no snapchat (fe_notavel), sabe que eu mantive uma relação de expectativa com este livro do começo ao final da leitura. Na verdade, eu não sabia muito bem aonde esta narrativa estava me levando e isto me fazia amar e odiar o livro ao mesmo tempo!

Ganhei O homem que você vai ver da minha amiga (e também escritora), Livia Brazil, quando fui ao Rio em setembro. Voltei lendo no avião; mas, ao pousar, a correria me pegou, e eu parei a leitura. Retomei agora, no início das férias, o que significa que eu fiquei todos estes meses com esta história na cabeça... 

A narrativa nos apresenta a morte do escritor Rob Castor e sua namorada, pela perspectiva do melhor amigo de Rob, Nick Framingham. A questão é que Nick sofre profundamente a morte do amigo e este sofrimento é apresentado de uma forma que você não consegue se decidir se gosta dele ou não. Em alguns momentos, pensamos que ele é extremamente dramático - quando vemos a vida dele desandando e ele sem mover uma única palha -, em outros, a vontade é de lhe oferecer um ombro amigo, um abraço, e dizer que tudo ficará bem.

Conforme os fatos vão se desenrolando, o leitor percebe que a descrição dos dias em que as mortes aconteceram são, na verdade, o estopim para que Nick descubra a sua própria história. É por isso que mesmo durante estes ataques bipolares de amo/odeio o que estou lendo que o leitor não abandona a história! Eli Gottlieb é genial em nos envolver dentro deste suspense psicológico até a última linha. De fato, a gente só consegue entender exatamente os comportamentos de cada uma das personagens nas últimas páginas - e é justamente isso que torna a narrativa tão espetacular! Quando estava achando que seria apenas um livro mais do mesmo, Gottlieb virou o jogo, sendo surpreendente. Simples assim - o que me deixou bem feliz e deixará você também! 

Livro: O homem que você vai ver
Autor: Eli Gottlieb 
Tradução: Maira Parula
Páginas: 240
Editora: Rocco
Sinopse: o melhor amigo de infância de Nick Framingham, o famoso escritor Rob Castor, mata a namorada e, em seguida, comete suicídio. Após a tragédia, a vida aparentemente pacata de Nick entra numa espiral de turbulência: o seu casamento infeliz começa a se desfazer, o pai tem um infarte e Nick se vê cada vez mais obcecado com a morte do amigo, mergulhando numa busca desenfreada por sua própria identidade. O homem que você vai ver não é apenas a história de um homem em plena crise de meia-idade. É um relato eletrizante, revelador e poético do sutil papel que a ilusão desempenha em nossas vidas. A envolvente simplicidade da impecável narrativa, com um raro olhar sobre a mente humana, faz um agudo contraste com a complexidade dramática de seus personagens. Mistério, suspense, segredos de família, dilemas morais e um final surpreendente são alguns dos ingredientes dessa comovente história de amor, perda e mentiras.

_____________________________________________________________

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Não deixe de observar também!

Sempre vou responder ao seu comentário por aqui; mas, se você deixar o seu link, farei questão de ir observar na sua morada! ;)

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...