segunda-feira, 9 de fevereiro de 2015

Aqui

Loneliness, imagem feita por Vinoth Chandar



São tantos sentimentos
que as palavras não traduzem.
Um gesto, um momento,
pessoas que aos poucos me deduzem
como se eu fora decifrável,
como se eu fora traduzível...

Os vocábulos, tão parcos, não sabem
que no peito a bater o coração
tem amor de sobra à espera
de uma vida, uma memória, um par, um alguém...

Lembranças,
como grãos de areia que escorrem entre as mãos,
trazem à tona todos os nãos
que - de alguma maneira - me sufocam,
me comprimem e me esmagam...

E sem ar sigo angustiada,
sem rumo, sem fico, sem nada,
perdida em meio à solidão.

___________________________________________________________

4 comentários:

  1. Srta Fernanda, nem vou mais dizer que vc é incrível, minha ídola e coisa e tal prq disso vc já sabe.

    Nem palavras para descrever o seu talento e quanto eu amo seus textos!

    Amo <3

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Moni,
      obrigada pelo carinho! :D

      Amo vc! <3
      Beijos!

      Excluir
  2. Não tenho palavras para descrever o quanto você é talentosa. Sempre amei a forma como você escreve. Parabéns por mais um belo texto! Beijos!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Rê!
      Obrigada pelas palavras e por ser leitora cativa! :D

      Um beijo enorme!

      Excluir

Não deixe de observar também!

Sempre vou responder ao seu comentário por aqui; mas, se você deixar o seu link, farei questão de ir observar na sua morada! ;)

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...