[Resenha] Gestão de ensino e práticas pedagógicas

by - 12:30 AM

Capa.
Gestão de ensino e práticas pedagógicas foi escrito por Adelar Hengemühle e é um relato valiosíssimo da articulação entre a teoria e a prática educacional seja na educação de base, seja no ensino superior. Partindo, principalmente, das experiências no Centro Educacional La Salle e no Centro Universitário La Salle – ambos de Canoas, Rio Grande do Sul – Hengemühle apresenta todos os desafios enfrentados durante sua carreira como professor, coordenador e diretor e os caminhos que ele e sua equipe encontraram para transpor cada barreira. 

A obra é dividida em duas partes, para facilitar o entendimento do leitor. Na primeira delas, intitulada “Projeto escolar: um referencial para a contemporaneidade”, temos desde as etapas da construção (coletiva) do Projeto Político-Pedagógico (PPP) escolar até o papel de cada um (alunos, professores, coordenação, direção, pais e comunidade) dentro da implementação e avaliação do que fora definido como linha de trabalho. 

Partindo da premissa de que o Projeto Pedagógico é o fio condutor do trabalho escolar, o autor parte da averiguação dos cenários locais e globais para a elaboração do projeto. Para ele, o Projeto da escola deve partir do perfil de educando que a escola quer formar. Como exemplo – e proposta – Hengemühle parte dos Quatro Pilares da Educação, proposto por Jacques Delors, no livro Educação: Um tesouro a descobrir. Relatório para a UNESCO da Comissão Internacional sobre educação para o século XXI, para traçar o perfil do aluno ideal. Tendo as principais características dos educados, o autor passa, então, a discutir o perfil do corpo docente, falando das competências que estes profissionais devem ter e que a escola deve desenvolver neles durante um programa de formação continuada. Chegamos, então, à escola que queremos. Neste ponto, o escritor fala dos desafios de integrar a comunidade e os pais a vida escolar. 

Na segunda parte do livro, Adelar Hengemühle apresenta modelos e instrumentais para colocar o que foi apresentado anteriormente na prática. Destacam-se os planos de estudo e de trabalho, que ajudam a equipe a não perder o referencial do Projeto Político-Pedagógico da escola. 

O interessante é a estrutura seguida pelo autor do livro, que procura sempre apresentar situações-problemas e partir delas para contar a sua prática. Isso mostra o quanto é possível fazer da educação um processo de construção coletiva produtiva e prazerosa. Visto sobre este ponto de vista, posso afirmar que a leitura de Hengemühle é uma tarefa obrigatória – e um deleite! – a todos que querem entender e lutar por um processo educacional de qualidade.

Ficha Técnica: 
Obra: Gestão de ensino e práticas pedagógicas
Autor: Adelar Hengemühle
Editora: Vozes 
Número de páginas: 248
Ano da publicação: 2004
Sinopse: QUE educação precisamos diante dos cenários atuais, que seja eficaz sem afastar-se dos universos dos alunos? Essa preocupação histórica dos educadores é abordada com seriedade e competência na presente obra. Muito mais do que limitar-se ao QUE, esta obra oferece referenciais teóricos para fundamentar e orientar COMO a educação pode ser concretizada. Vários fatores são focados nesse projeto que orienta o que fazer da escola: os CENÁRIOS em que vivemos; as concepções de SER HUMANO que temos; o perfil de ALUNO que queremos; os FUNDAMENTOS EDUCACIONAIS que possam dar vida aos conteúdos, à metodologia e a à avaliação; o perfil de PROFESSOR capaz de desenvolver as práticas pedagógicas e a GESTÃO ESCOLAR que possibilite a concretização do planejado.

You May Also Like

0 comentários

Não deixe de observar também!

Sempre vou responder ao seu comentário por aqui; mas, se você deixar o seu link, farei questão de ir observar na sua morada! ;)