Volta à realidade

"O amor era a preliminar do abandono".  (Matt Rees)

Decidi ficar uns dias off-line. Não porque tenha algum problema com a internet, mas sim porque queria ter um espaço para sonhar. Sabe aquele sonho bom, que nos leva a um lugar tão distante e belo quanto as terras de Oz? Queria mesmo é sentir aquele amor gratuito, aquele zelo, aquele afeto de quem ama e é retribuído. Passei uns dias longe da tecnologia, numa busca por entender o que sinto e o que quero. Na realidade, tentei fugir.

A fuga, na verdade é apenas um descanso de uma realidade dura. Queria descansar da rotina, do amor sem resposta, dos rostos desconhecidos, das demonstrações públicas de afeto vistas nas ruas... Queria descansar da solidão. Desejava apenas uma nuvem em formato de abraço, um sol que viesse como um sorriso sincero e uma porta aberta para o tanto de sentimento bom que está aqui guardado (para ninguém). Era uma necessidade de ter algo ou alguém em quem confiar.

Cada momento de reclusão é uma viagem em mim mesma. Face a face ao medo, a solidão me desafia a continuar a viver (mesmo que isso signifique não morrer de amor). É o momento para criar forças e energias para as perguntas sobre a ausência de um parceiro, sobre os momentos sem herdeiros, sobre o desacompanhamento. 

Dizem que a cada momento de morte, a vida renasce. Depois de tal descanso, talvez esta seja a volta à realidade.

_________________________________________________________________
Observe também em: Facebook | Twitter | Instagram | Flickr | About me

You May Also Like

2 comentários

  1. Bom, fiquei afastada do seu blog durante um tempo, mas é bom ver seu retorno. Gosto de ler as coisas que escreve, e como sua linha de pensamento é similar à minha, rsrs.
    Fuja da realidade quantas vezes for necessário. As vezes, é a melhor saída.

    Abraços,
    ser-escritora.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ju, você é uma querida! :)
      Adoro o carinho que vc tem pelo meu blog e por mim! Saiba que é recíproco! :)
      Beijos! ;)

      Excluir

Não deixe de observar também!

Sempre vou responder ao seu comentário por aqui; mas, se você deixar o seu link, farei questão de ir observar na sua morada! ;)