Vazio

by - 10:10 PM


Você bateu a porta e me deixou aqui, neste quarto escuro e vazio. Assim, eu também me esvaí. O amor passou a ser descrença. A esperança transformou-se em sarcasmo. O conto de fadas, em história de horror. Esvaí-me, como se o meu coração parasse e meu sangue jorrasse, vermelho-púrpura, para fora do corpo. Aliás, se o corpo é a morada da alma, a minha partiu a sua procura, no exato momento em que você se foi. Meu corpo ficou tão oco como este quarto em que você me deixou. Abandonada, sozinha, à espera da desilusão, fui morrendo aos poucos, enquanto você seguia o seu caminho mundo à fora.

You May Also Like

14 comentários

  1. É a fase mais dificil, mas muitas pessoas conseguem contorná-la.

    ResponderExcluir
  2. Lindo e triste!
    Beijos, Aline
    http://24diasdeprimavera.wordpress.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Há beleza na tristeza! :)
      Isso é apenas um ponto de vista! ;)

      Excluir
  3. "Levanta, sacode a poeira, e dá a volta por cima" é o que costumo pensar, nesses vazios... sempre difícil, mas sempre vencido!

    ResponderExcluir
  4. Fê, parabéns!! Adorei mesmo!!

    ResponderExcluir
  5. Muito bem escrito e muito real.
    Parabéns!
    Seguindo aqui!

    miragem-real.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. obrigada pelo comentário e por seguir!
      Seja bem-vinda! :D

      Excluir

Não deixe de observar também!

Sempre vou responder ao seu comentário por aqui; mas, se você deixar o seu link, farei questão de ir observar na sua morada! ;)