Um diálogo sobre um tema qualquer


– Aí ela sofreu pra cacete...
– Mas ele não a amava?
– Dizia que sim...
– Então?! Não entendo...
– Ah! Tudo ia bem, até que ele fugiu...
– E ela sofreu pra cacete...
– Pois é...
– É fogo! Essas coias me revoltam...
– Homens, sempre previsíveis...
– E ela, como está?
– Depois de ter sofrido pra cacete?
– Unhum...
– Ah! Ela cansou!
– De amar?!
– Não, de sofrer...

You May Also Like

16 comentários

  1. O interessante é que em geral, as pessoas se cansam do amor, achando que por uma decepção, tudo o que vir daí em diante será sofrimento, mas nesse caso, a garota que sofreu pra cacete não cansou de amar, mas sim de sofrer, pois, provavelmente, ela aprendeu que uma decepção não faz com que ela perca a esperança no amor, apenas a fortalecerá dependendo da forma como for analisada.
    A garota cansou de sofrer, e, embora não esteja escrito aí, tenho a esperança de que ela foi em busca de sua felicidade.
    Amei :D

    ser-escritora.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Acho isso de amar complicado, mas as pessoas não são iguais, então, não podemos descontar no próximo, que não tem nada a ver com o sentimento anterior de sofrimento. :)
      Aprendi isso a duras penas e fico feliz de ter conseguido expressar esta lição no texto! :D

      Obrigada pelo comentário tão completo! :D

      Um beijo!

      Excluir
  2. Gostei! Acho que estavam falando de mim!
    Hahaha
    Beijos, Aline
    http://24diasdeprimavera.wordpress.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. uahahaha Que bom que você se identificou! É tão gostoso quando isso acontece! :D

      Um beijo!

      Excluir
  3. Primeiramente gostaria de dizer que eu amei o seu blog! É tão lindo! Parabéns pelo capricho!
    Segundo, eu amei o diálogo!
    Eu sou apaixonada por textos, poemas, diálogos, coisas que falam sobre a vida, amor, etc.
    Essas coisas me inspiram!

    E o amor é isso, a gente sofre, sofre, mas tem uma hora que a gente precisa parar de sofrer e seguir em frente e, principalmente, não se fechar para amar.

    Beijinhos!
    http://christinacorrea.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Christina!
      Bem-vinda ao Algumas observações!
      É ótimo te ter por aqui! :D

      Acho que isso de não se fechar é o mais difícil e o mais válido! :D

      Um beijo!

      Excluir
  4. Respostas
    1. Pois é! E diria que ainda bem que isso acontece! ;)

      Excluir
  5. Nossa muito bom o diálogo. Adorei...é de algum livro??

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Talita!
      O Texto é de minha autoria! :D
      Quem sabe algum dia ele não vá parar em um livro, não?!

      Um beijo!

      Excluir
  6. Já estou te seguindo
    seu blog é maravilhoso, convido você e suas leitoras a conhecer meu blog
    http://toobege.blogspot.com.br/
    beijinhos

    ResponderExcluir
  7. A D O R E I!!! Simplesmente, adorei. É isso mesmo, a gente sofre, se descabela, quer morrer, acha q nunca mais vai amar, nunca mais vai ser feliz... até q a gente cansa. Às vezes nem se dá conta que já passou...
    O último término acabou cmg, quis morrer. Só que não. Tô vivona, rs. Melhor, mais forte!
    Enfim, adorei.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Aaaaaaaaaah!
      O fato de você estar vivona me deixa feliz demais, porque adoro o seu blog e os seus textos! :D
      Obrigada por sempre me ler!
      É uma honra ter uma leitora como você! :D

      Um beijo!

      Excluir

Não deixe de observar também!

Sempre vou responder ao seu comentário por aqui; mas, se você deixar o seu link, farei questão de ir observar na sua morada! ;)