[Resenha] O Dominó Preto, de Florbela Espanca

by - 11:16 PM

Capa


"Tiveram de se retrair, foram obrigados a ver-se menos, e isto foi para eles, habituados ao doce convívio de todo o inverno e de toda a primavera, uma verdadeira tortura. Tinham sempre a mesma sede de se verem, de se beijarem, de se tratarem por tu, de viverem do mesmo sopro de vida, sob as telhas do mesmo teto, ao calor do mesmo ninho".
(Florbela Espanca)


Quando o assunto é Florbela Espanca, a primeira coisa que nos remete é seus versos decididos e apaixonados. De fato, a autora modernista portuguesa destacou-se pela poética apaixonada (e apaixonante) intrínseca a sua alma. Entretanto, o assunto que nos cabe hoje diz respeito à outra faceta da autora: a de contista.

Conforme nos explica Fabio Mário da Silva, na Introdução da obra, O dominó preto é o primeiro livro de contos preparado por Florbela, mas foi o último a ser publicado”. Repleto de relações de amor, seus cinco contos trazem a essência do eu-feminino. Vemos, então, os vários autorretratos da autora, facetas que, ao serem completamente contraditória, se fundem exprimindo a mulher a frente de seu tempo.

A femme fatale; a casta e virginal; a dona de casa séria e comprometida com a família; a escritora e a sonetista capazes de levar homens à loucura com o manejo das palavras em prosa e versos; aquela capaz de abandonar o homem que a ama para se divertir; todas elas levando seus homens ao delírio, ao desejo, ao amor, à coragem, ao medo, à aversão, à espera, à angústia, ao suicídio.

O dominó preto é, sem dúvida alguma, uma obra que empodera as mulheres exaltar tudo que há de melhor em nossa alma: a beleza, o mistério, o desejo, o amor. Conforme diz a inscrição da contracapa: “Segundo Agustina Bessa-Luis, Florbela Espanca escreveu como uma Eva, a sedutora, e viveu como uma Lilith, a feiticeira, a mulher primeira, que, tendo se evaporado, revive na alma feminina o seu mistério”.


Livro: O Dominó Preto
Autor: Florbela Espanca
Editora: Martin Claret
Série: Clássicos de Bolso
Páginas: 128

You May Also Like

16 comentários

  1. Não conhecia e não me chamou muita atenção, uma pena né, mas estou com outros em mente, rs. Beijos,

    http://palaciodeideias.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Quando tiver um tempo, dê uma chance. É bom :D

      Beijos :)

      Excluir
  2. amooo este livro!!
    Dá uma passadinha?
    http://be-maybe.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Parece que é uma ótima leitura , quem sabe eu consiga ler um dia até mais

    ResponderExcluir
  4. Nunca li esse livro, mas quem sabe eu leia, me chamou atenção. Beijão <3

    @keithpappen
    www.detalhesamor.blogspot.com

    ResponderExcluir
  5. Olá, Fernanda! Tudo bem?
    Nada melhor que a leitura de uma boa obra rica em cultura, né? :)
    beijos!

    ResponderExcluir
  6. Não me chamou muita atenção. Parece histporia antiga, mas eu leria mesmo assim.

    @esteffanifontes, do blog Aos Dezesseis Anos
    aosdezesseisanos.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não é tão antiga qto aparenta ;)
      Espero que goste se tentar lê-lo! :)

      Um beijo!

      Excluir
  7. Ótimas indicação.

    http://esfriouocafe.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  8. Parece ser um ótimo livro! Adoro clássicos :)
    Beeijos

    http://mardeaquarela.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir

Não deixe de observar também!

Sempre vou responder ao seu comentário por aqui; mas, se você deixar o seu link, farei questão de ir observar na sua morada! ;)