sexta-feira, 11 de janeiro de 2013

Reencontro

Sometimes I wake up by the door
That heart you caught must be waiting for you…
Even now when we're already over
I can't help myself from looking for you...

Procuro o seu rosto entre a multidão, embora tenha medo do que poderia acontecer se nos encontrássemos novamente.

Você me reconheceria?! Eu faria drama?! Fingiríamos que nada aconteceu?! Ou você simplesmente me ignoraria?!

Não quero pensar numa opção com final feliz, porque sei o quanto a minha vida passa exatamente longe dos letreiros de Hollywood. Por outro lado, não quero que você se sinta culpado pelo o que aconteceu, ou o que é pior, pelo o que não aconteceu.

Sempre digo que tudo acontece no tempo em que tem que acontecer, então, penso que nós dois temos que erguer nossas cabeças e seguir em frente. Deus sabe o que faz, fez e fará. O futuro a Ele pertence.

Sempre que penso no nosso reencontro, meu coração se acelera de medo! Sim, esta palavra de 4 letras (e 4 fonemas) é a que melhor descreve como eu me sinto em relação ao nosso passado. Tenho medo de nos encontrarmos, e eu sentir raiva (sentimento que passa longe de mim agora). Tenho medo de começar a chorar como uma criança (você sabe que você tem este poder). Tenho mais medo ainda de te ver apaixonado por outra, de não poder me aproximar, de não poder te sentir, de ter de me privar de te querer. Tenho medo de você querer apenas limpar a sua consciência da culpa de ter sumido de uma hora pra outra da minha vida, de te ver dizendo: "desculpe, eu sinto muito" e ouvir em seguida um "adeus" ou "sejamos apenas bons amigos". Tenho medo de um ponto final duradouro que me sufoque ainda mais e mate de vez o fio de esperança que eu tento manter vivo de que um dia eu encontrarei alguém que me ame de verdade. Enfim, tenho medo de sofrer mais, de novo e com maior intensidade. Tenho medo das palavras que possam ser trocadas, medo de que elas plantem raiva e rancor nos nossos corações.

Embora eu ainda procure o seu rosto em meio à multidão, eu prefiro deixar tudo como está a ver um dos meus medos se transformarem em realidade. Se um deles - por menor que fosse - acontecesse, sei que eu seria jogada em um abismo sem fim (eu já estive lá e, acredite, não foi nada agradável!).

Todas as noites eu peço que Deus ilumine os nossos caminhos. Peço por você e por mim. Imploro pela nossa segurança e pela nossa saúde. Você fez de mim uma pessoa melhor, e eu sou eternamente grata por isso. Quando penso no nosso reencontro, tenho medo (pavor, diria!) de que este sentimento bom se perca de alguma forma.

Espero que você tenha encontrado a felicidade. Eu estou reunindo forças para ir em busca da minha, ainda que eu continue procurando o seu rosto em meio à multidão...

____
PS: Não sei se você se lembra do nosso último encontro. Eu chorei feito criança. Você me abraçou e perguntou o que acontecia. Eu apenas respondi: "estou com medo de te perder". Você me apertou ainda mais em seus braços e disse que era para eu ficar tranquila, porque isso não aconteceria... Pois bem, nunca duvide do meu instinto feminino...

25 comentários:

  1. o que posso dizer além do completamente emocionada por tanto sentimento? Eu senti aqui. Quanta coragem você tem em mostrar a forma dos seus sentimentos. Parabéns mais uma vez pela qualidade do seu texto!

    beijo

    Lucila

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Luci!
      sabe, eu pensei um tempão se publicaria este texto ou não, porque ele expõem muito o que estou sentindo no momento... História longa.

      De qualquer forma, este espaço é pra registrar os momentos bons, ruins e confusos! uahahah

      Ao escrever, pude colocar parte da angústia pra fora!

      um beijo,

      Excluir
    2. Se vc sabe usar das palavras para manifestar seus sentimentos, deve mesmo postar. Escrever pra mim é mais como uma forma de "exorcismo" . Já me exorcizei de dores agudas. Acho que escrever sobre ela é uma maneira de trazer a dor pra si, dar um afago nela, deixar que ela faça parte de vc e aí ela vai se sentir segura pra ir embora, saca? aprendi isso lendo um livro que se chama "Tempo de esperas" do Pe Fabio de Melo. Não sei c é seu tipo de literatura, mas vc deveria lê-lo.

      Excluir
    3. Oi Luci!

      É exatamente assim que a função de escritor cumpre o seu papel na minha vida. Ela é "exorcista" dos meus sentimentos. Não que sempre ela suma com tudo o que me causa dor, mas ao escrever, organizo as ideias dentro de mim e fico com coragem de enfrentar o que for necessário para seguir em frente! :)

      Vou procurar o livro. O Pe. Fábio é um querido.
      Um beijo!

      Excluir
  2. Você descreveu minha situação atual! É um querer seguir em frente, mas as marcas do passado são tão grandes... e é tanto medo de um reencontro.
    Texto maravilhoso, como sempre!
    Beijos, Cyn.
    http://ograndetalvez.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É complicado viver isso. Preferia que estas situações estivessem apenas no papel, não na vida real das pessoas.
      Tudo tão incerto, não?! :/

      Obrigada pelo elogio!
      Um beijo,

      Excluir
  3. Tenho que admitir que terminei de ler com os olhos cheios de lágrimas.
    Acho que quem já passou por algo assim, sabe reconhecer quando é de verdade...
    Sei o que é sentir esse medo, quando você não sabe se é pior não ver o dia chegar ou ver ele chegar e sofrer ainda mais por causa disso.... É complicado.
    Beijos

    www.nadadeperfeicao.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Lídia!
      Bem-vinda!

      Você captou o drama que esta autora vem vivendo. Nada fácil. super complicado!

      um beijo!

      Excluir
  4. Morta e enterrada com esse texto.
    Não me mate,mas me imaginei dizendo essas palavras para um certo alguém!

    Lindo amora!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Amora,
      a vida é algo extremamente complicado!

      Nem sei ao certo o que lhe dizer...

      :/

      Excluir
  5. Lindo amora!

    Pior que eu me imaginei dizendo essas palavras para um certo alguém...

    bjos

    ResponderExcluir
  6. Caramba, acho que vi um pouco de mim nesse texto...
    Adorei.
    Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Vivian! :D
      Bacana que você se identificou!

      Espero que esta fase de medo e dúvida tenha ficado pra trás em sua vida!

      Um beijo!

      Excluir
  7. Adorei o texto, nossa você é realmente muito boa! :3
    space-sweet-girl.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. hehe!
      tenho feito o meu melhor!
      Fico feliz que você tenha gostado!

      Um beijo!

      Excluir
  8. Me vi em algumas partes desse texto.
    beijos

    Marina Alessandra do blog Maior de Idade
    @mariinaale

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Feliz que rolou esta identificação! :D
      Torcendo para que isso já tenha passado!

      Um beijo!

      Excluir
  9. Querida, que texto lindo. Já que tu confessou um sentimento na publicação dele, eu também devo confessar algo no comentário: vivo um pouco disso no momento. Mas é como tu diz: é melhor deixar como está do que piorar tudo e perder um pouco do sentimento bom que ainda habita em nossa mente.

    Beeijos e parabéns pelas lindas palavras, inspiradas em Adele então, ficaram ainda mais lindas! XD

    www.blogmymemories.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Fran!
      Escrever e publicar este texto aqui não foi fácil. Às vezes, expressar o que sentimos é tão difícil, não?!

      Espero que este sentimento de dor/medo/confusão passe logo!

      Um beijo!

      Excluir
  10. Adorei o texto. (:

    blogchuvasdenovembro.blogspot.com

    ResponderExcluir
  11. Adorei, Fê!
    O texto mexe com os sentidos, a emoção está bem latente. Maravilhoso!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O texto é um reflexo dos meus sentidos. Emoção pronta pra transbordar, Anie!

      Obrigada por ter lido e comentado! :D

      Um beijo

      Excluir
  12. Parece que sabemos quando algo ruim que vai nos deixar mal vai acontecer né? Lindo texto. Beijos.

    http://esfriouocafe.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir

Não deixe de observar também!

Sempre vou responder ao seu comentário por aqui; mas, se você deixar o seu link, farei questão de ir observar na sua morada! ;)

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...