BEDA agosto/2018 #23 — {Resenha} Céu sem Estrelas, de Iris Figueiredo

A arte da capa do livro foi feita por Alceu Chiesorin Nunes.
"Você tem que ler Céu sem Estrelas, há tempos não lia um young adult tão bem feito". Acho que esta tem sido a frase que mais tenho dito quando alguém me pede uma indicação de livros. A obra conta a história da Cecília, uma carioca que acabou de entrar na faculdade e que vê a sua vida saindo de vez dos trilhos após uma briga com sua mãe, e de Bernardo, irmão da melhor amiga de Cecília e alguém que esconde os próprios tormentos.

O que me chama a atenção na narrativa é o modo como a Iris escreve sobre temas delicados. A gravidez indesejada, o cabelo cacheado que sempre chamou a atenção, a desestrutura familiar, o ser gorda numa sociedade tão opressora, a depressão que tudo isso pode causar. Esses assuntos estão presentes de forma doce, delicada e, ao mesmo tempo, tão contundentes que não há como não querer um abraço ao fechar o livro pela última vez.

Iris e eu na Flipop. ♥

Outro ponto que eu considero forte na narrativa é o fato de ela ser composta por uma variedade mulheres. Cada uma delas com uma voz e com uma força característica da multiplicidade do que é ser mulher hoje. Desde a matriarca da família, que resolve todos os problemas à amiga que parece desmiolada (e que, no fundo, tem bom coração), o retrato feminino no livro é potente e mostra toda a força que a mulher (seja ela como for) tem.

Em termos de estrutura, o livro é dividido em duas partes. Na primeira conhecemos os personagens e suas dores. Na segunda, vemos como cada um deles busca resolver seus problemas de forma digna. No fundo, vejo Céu sem Estrelas como a busca pela dignidade de poder encontrar a própria paz, mesmo tendo um caos dentro de si mesmo. Vendo por este viés é impossível não se identificar nem que seja um pouquinho, mesmo que a gente viva problemas distintos das personagens.

Iris e eu na Bienal. ♥

O manejo que a Iris tem da linguagem torna o livro terno. Talvez por isso eu tenha enrolado tanto para terminar de lê-lo. Vi-me apegada a cada um dos personagens, a cada instante que se desenrolava diante dos meus olhos. Saí da Flipop com o meu exemplar autografado e cheguei à Bienal dizendo um "Iris, pelo amor de Deus, como lidar com esse medo do seu livro terminar?". Terminei a leitura e voltei lá para dizer a ela o quanto eu gostaria que Céu sem Estrelas virasse um filme (Alô, Netflix, viabilize esse sonho!).

Antes de terminar, não posso deixar de mencionar o projeto gráfico. Que livro de capa e diagramação mais maravilhosa! Dá gosto de ler um livro assim!

Nem preciso dizer o quanto recomendo, preciso? Se isso conta, todo mundo que comprou porque eu indiquei veio me contar o quanto amou esse livro. Te convenci? Ainda não? Então termino dizendo que foi o livro mais vendido durante a Flipop e o mais vendido da Bienal no estande da Companhia das Letras.  😉

Livro: Céu sem Estrelas
Autora: Iris Figueiredo
Páginas: 360
Editora: Seguinte
Sinopse: Cecília acabou de completar dezoito anos, mas sua vida está longe de entrar nos trilhos. Depois de perder seu primeiro emprego e de ter uma briga terrível com a mãe, a garota decide ir passar uns tempos na casa da melhor amiga, Iasmin. Lá, se aproxima de Bernardo, o irmão mais velho de Iasmin, e logo os dois começam um relacionamento.
Apesar de estar encantado por Cecília, Bernardo esconde seus próprios traumas e ressentimentos, e terá de descobrir se finalmente está pronto para se comprometer. Cecília, por sua vez, precisará lidar com uma série de inseguranças em relação ao corpo — e com a instabilidade de sua própria mente.
Leia trecho disponibilizado pela editora. | Livro no Skoob.

_____________________________________________________________

You May Also Like

2 comentários

  1. Fê, colocando na minha lista "devo ler"... rs! Só pela sua resenha já quero ver o filme, a série, sei lá que se pode criar através desse livro. Tudo que nos traz reflexão tem que ser ampliado e compartilhado ao máximo, de todas maneiras possiveis. Vamos fazer um multidão virtual e pedir pra Netflix fazer alguma coisa... rs! Não tô de brincadeira, viu?!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Esse livro é uma delícia e tenho certeza que você irá gostar dele :)

      Espero mesmo que produzam algo com ele e que seja em breve, porque merece!

      Um beijo :*

      Excluir

Olá!

♥ É muito bom poder ouvir o que você pensa sobre este post. Por favor, se possível, deixe o link do seu site/blog. Ficarei feliz por poder retribuir a sua visita.

♥ Quer saber mais sobre o blog? Então, inscreva-se para receber a newsletter: bit.ly/newsletteralgumasobservacoes

♥ Volte sempre! ;)