2018: leituras, metas e o recomeço

by - 11:00 PM

Já diria a Oprah: um novo dia está por vir.

Oi, pessoal, tudo certo com vocês?
A postagem de hoje, a primeira do ano, será naquele formato "bate-papo dos blogs dos anos 2000", porque me deu vontade de conversar um pouco. 

2018 chegou e me colocou em stand by. Não que eu não quisesse começá-lo colocando em prática os meus um milhão de projetos ou não quisesse sair sonhando por aí, mas sabe quando você se vê meio sem energia? Posso dizer com certeza que 2016 e 2017 sugaram toda a minha capacidade criativa e a minha força mesmo. Talvez por isso eu tenha aproveitado os primeiros dias do ano para ficar mais off-line. Acabei me dedicando à primeira leitura do ano, Lima Barreto —Triste Visionário. Há tempos eu não lia um livro tão grande. Aos poucos venço as suas 648 páginas. 

2018 começou na marcha lenta, porque — ao contrário dos outros anos — meu mantra é manter o equilíbrio. Nem tanto ao mar, nem tanto à terra. Se até agora sempre saí trabalhando como louca, agora preciso quero focar mais em mim e nas realizações de desejos antigos que, de alguma maneira, ficaram sufocados lá atrás. Então, o que resolvi traçar foi:

1. Terminar os livros que comecei a escrever (pelo menos o TCC da pós tem que sair!);
2. Continuar na terapia (por mais que seja difícil às vezes);
3. Viajar (gostaria muito de voltar à Flipoços de novo).

Três pontos. Acho que já é o bastante, não é mesmo?
E o 2018 de vocês como começou?

Beijos e queijos :*
_____________________________________________________________

You May Also Like

0 comentários

Não deixe de observar também!

Sempre vou responder ao seu comentário por aqui; mas, se você deixar o seu link, farei questão de ir observar na sua morada! ;)