{Resenha} Neruda, o filme

Neruda, que filme! ♥

Ontem eu fui até o cinema assistir Neruda, filme escrito por Guillermo Calderón, dirigido por Pablo Narraín e estrelado por Luis Gnecco, Gael García Bernal e Mercedes Morán. Que filme! Que filme! Não é à toa que a película foi escolhida para representar o Chile para concorrer ao Oscar e ao Globo de Ouro, na categoria melhor filme estrangeiro, em 2017.

O longa-metragem narra o período mais obscuro da vida do senador e poeta chileno, seu exílio por ser comunista. Sem o comprometimento com a biografia real do escritor, vemos Pablo Neruda (Gnecco) deixando Santiago, tentando se esconder no sul do país, em meio à Cordilheira dos Andes. Para ele, esta fuga deve entrar na história, porque ele quer ser lembrado pela façanha de ter escapado.

O chileno é um dos meus poetas preferidos.
Estava na maior expectativa antes de o filme começar.

Em sua cola, segue o inspetor Óscar Peluchonneau (García Bernal), que sonha em sair do anonimato justamente por capturar o ganhador do prêmio Nobel. Por meio da metalinguagem, o espectador viaja nas paisagens chilenas e na possível criação de um dos livros de Neruda, Canto General.

A fotografia do filme é belíssima. Cada pequena cidade ganha vida, cada expressão no rosto das pessoas inspira não só o poeta-protagonista, quanto a nós que estamos assistindo. As cenas gravadas nos Andes são de tirar o fôlego. Narrín foi exemplar ao explorar este período da vida do Neruda tão sem informações concretas e criar este universo tão poético e encantador.

Além de Canto General, "A canção desesperada" (publicada no livro Vinte poemas de amor e uma canção desesperada, de 1924) é citada diversas vezes - seja pelo próprio poeta, seja por outras personagens -, tornando as pessoas por vezes mais humanas.

Poético, intrigante metalinguístico e encantador, Neruda é aquele tipo de filme que nos faz sair do cinema querendo ler toda a obra do poeta chileno. Sem dúvida, é uma obra que vale a pena ser vista.


Trailer do filme



Filme: Neruda
Direção: Palo Narraín
Ano: 2016
Duração: 1h48
Gênero: Drama
Nacionalidade: Chile, Argentina, França, Espanha
Idiomas: espanhol e francês
Classificação: 12 anos
Sinopse: Chile, 1948. A chamada Lei Maldita do governo de Gabriel González Videla está a todo vapor para prender os militantes comunistas. Entre eles, o poeta Prêmio Nobel, Pablo Neruda (Luis Gnecco), que começa a ser perseguido incansavelmente pelo inspetor Óscar Peluchonneau (Gael Garcia Bernal).

_____________________________________________________________

Share:

2 comentários

  1. "Acredito que a poesia é fundamental na vida de todos nós. É ela quem sempre nos salva do ridículo e dá à vida uma transcendência cada vez mais necessária."

    Disse isso numa crônica recente...

    Ótima crítica e uma bela dica! Obrigado pela partilha!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Poesia sempre alimenta a alma, seja com amor, seja com criatividade, não é mesmo?

      Obrigada pela visita!

      Excluir

Não deixe de observar também!

Sempre vou responder ao seu comentário por aqui; mas, se você deixar o seu link, farei questão de ir observar na sua morada! ;)