As mentiras que nos contam

by - 12:19 AM

Imagem por Alexas_Fotos, sob licença creative commons.

O amor é para sempre.
Para sempre nunca acaba!
O que acaba é a finura
Que, ao comer demais, vira gordura.

Gordura é sempre mal vista
Quando vista principalmente nas moças.
Estas, devem ser femininas...
Femininas sempre, nunca feministas!

Bela, recatada, modesta e do lar,
Mulheres estão proibidas de palavrão falar!

As mentiras que nos contam
Estão tão enraizadas
que a luta que travamos
parece dar em nada.

Parece, apenas!
Porque a batalha é grande
E a alma humana não é pequena!

Este texto faz parte do Projeto Escrita Criativa, que reúne escritores e blogueiros para colocarem no “papel” suas ideias. Quem quiser conhecer mais, acesse a página ou o grupo do projeto. Lá há a lista de todos os blogs participantes. O tema da blogagem coletiva de abril é "As mentiras que nos contam".
_____________________________________________________________

You May Also Like

20 comentários

  1. Fê, adorei!
    Eu comecei a rascunhar algumas coisas para o projeto, mas de amor que acaba a questões de gênero ainda não saiu nadaaa.

    Gosto da sua versatilidade, escreve poema, conto, narrativas e sempre de forma leve e verdadeira! Parabéns!

    Um beijo!
    Inventando Assunto

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Li!
      Então, dependendo do tema, às vezes cabe o poema! heheheh

      Obrigada pelo elogio e incentivo!
      Beijo!

      Excluir
  2. Amei Fê! Essas mentiras que nos contam realmente estão bem enraizadas que até hoje temos que lutar contra elas para provar o contrário.
    Beeijos :*

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Luta firme, constante e - pelo menos por enquanto - eterna.

      Sigamos forte!

      Excluir
  3. Menina, tu escreve de tudo ein?! Esta de parabéns.
    Realmente estamos a todo momento sendo obrigadas a nos incluir em um padrão que só fode* cada vez mais o que somos e devemos mostrar. Não podemos nos calar, a luta ainda é grande, mas a garra não fica muito atras.
    Um abraço,
    http://juliet-in-crisis.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu tento! uahahahahahaha

      Na verdade, comecei na poesia, depois que migrei para a loucura da prosa! :)

      E sim, você tem razão! Ainda bem que a garra é tremenda!

      Beijos

      Excluir
  4. Incluiria outras: "uma hora passa", "ta tudo bem", "sou forte", "não to sofrendo"...

    www.carolvayda.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Porque sentir é sempre errado e mulher é bicho forte.

      Continuemos na luta.

      Excluir
  5. Exato! "Enraizadas" é que nos torna complicadas, as vezes! Detalhes! rs... muito bom! :)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O que o pessoal chama de complicação na verdade é ser nós mesmas. Esta imagem de que mulher é complicada é fruto de um machismo sem fim.

      Beijos

      Excluir
  6. Vendo seu post lembrei que preciso tomar vergonha na cara e voltar firme ao projeto!
    Texto lindo como sempre.

    Beijos

    ResponderExcluir
  7. Que gracinha ficou seu texto Fernanda. Acho que ao longa da vida nós mulheres somos as que mais ouvidos mentiras e o pior muitas vezes dizem que é para nosso próprio bem.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pois é, Ane. Virar esse jogo é o nosso desafio!

      Beijos!

      Excluir
  8. Adorei, Fê! E como você escreve bem, viu?! :)
    Essas mentiras que nos contam realmente estão enraizadas até hoje!
    Precisamos lutar para conseguirmos provar o contrário!
    Parabéns, adorei. E vou acessar a página para ver os outros!
    Super beijo!
    Www.liulustosa.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  9. Essas mentiras são péssimas mais ainda bem que tem pessoas que não pensam assim é são elas que eu quero perto de mim.

    ResponderExcluir
  10. Acredito que, desde pequenas, somos ensinadas sobre diversas coisas que dizem serem verdades. Quando crescemos, percebemos que nada é parecido com o que aprendemos!

    Beijinhos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Fê!
      O ponto é como não ensinar mais isso... Esta é minha luta como professora!

      Beijos!

      Excluir

Não deixe de observar também!

Sempre vou responder ao seu comentário por aqui; mas, se você deixar o seu link, farei questão de ir observar na sua morada! ;)