O paradoxo viajante

Como esta frase pode me inspirar?






Histórias de amor. Tenho uma forte tendência a fugir delas. Deve ser porque nunca tive uma boa para contar. As minhas, todas elas, tiveram um final infeliz e boa parte delas só começaram do meu lado. Histórias de desamor. É assim que prefiro chamá-las. É assim que posso nomear o que já vivi.

Fujo das histórias de amor, porque não quero acreditar nelas. Tenho medo que, mais uma vez, elas me usem como uma marionete e, quando se cansarem, me joguem fora, ao relento. Prefiro apegar-me ao fio que me resta de dignidade e de amor próprio. Se cultivá-los, pelo menos não corro o risco de de me decepcionar comigo mesma. Sim, é assim que prossigo na minha vida solitária. É assim que arrumo coragem para deixar tudo para trás e mudar de país.

Coragem é uma força de expressão. É claro que estou aqui, morrendo de medo de ir para um lugar desconhecido, sem ter uma alma viva que fale a minha língua e que possa me ajudar. Ainda mais, porque esta ideia surgiu depois de ter visto uma citação do Michael Jordan em algum perfil motivacional lá no instagram. A frase dizia: Nunca diga nunca, porque limites, assim como o medo, geralmente são uma ilusão. Seria a minha solidão uma ilusão? 

Quando contei os meus planos à minha melhor amiga - Ana é o nome dela -, ela soltou o riso frouxo, que lhe é bem típico, acompanhado de um "Catarina, você é louca? Vai mudar de país só porque viu uma frase do Michael Jordan no instagram? Você nem de basquete gosta!". Primeiro, isso é uma infâmia, adoro basquete! Segundo, eu sei parece uma loucura; mas, sim, mudarei de país e deixarei para trás todas as histórias desamadas. "Se é para ser sozinha, vamos fazer isso direito!", foi a minha resposta. 

Agora estou aqui, uma verdadeira covarde prestes a embarcar, paradoxalmente levando comigo toda a bagagem da minha ilusão.

_____________________________________________________________

Share:

15 comentários

  1. Esse texto é só uma inspiração ou você está planejando mudar mesmo?

    Se tiver, manda bala garota. O medo do desconhecido é natural e muito bom porque nos dá um certo senso de direção.

    Bj e fk c Deus.

    Nana

    http://procurandoamigosvirtuais.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Nana, como indicam as personagens, é apenas um texto literário ;)

      Mas pode acontecer com qq um, não é mesmo?

      Beijo!

      Excluir
  2. oi, oi.

    ai, gente. tu começou me descrevendo, mas logo ao fim já não era mais eu. sou um covarde pras mudanças. neste exato momento, por exemplo, era pra eu ter deixado o interior e estar morando em Porto Alegre. se eu tive coragem? não mesmo! desisti dias antes do meu voo.

    te desejo sorte e sucesso. sobre o amor: não precisa procurá-lo. na hora certa ele vai aparecer pra ti e tu vai até se surpreender.

    bjs!

    Não me venha com desculpas

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Mudanças são bacanas, porque nos ajudam a amadurecer!

      Agradeço os votos de sucesso, embora este seja apenas um texto literário. Quem se muda é a Catarina, não eu. ;)

      Beijos!

      Excluir
  3. Tudo que passamos na vida tem um propósito, é importante enxergar como
    aprendizado, amadurecimento e oportunidade para nos renovar.
    Vivi amores de verdade SIM, e doeram muito no final.
    Mas a graças a isso HOJE sou mais feliz, mais adulta. Tirei proveito de
    tudo que vivi e sofri, pra poder me transformar em alguem melhor...
    Fugir, nunca fuja. Viva, se entregue. Se doer, vai sarar, acredite.
    O amor faz bem, seja ele qual for.
    E o que seria da vida sem algumas loucuras? Você como eu, vê frases
    e situações inspiradoras e tira delas coragem e força pra seguir
    em frente ou fazer coisas novas. Pois vá, viva. E se der errado volte.
    Não deixe de viver novas experiencias.
    Boa sorte.
    http://passaro-de-inverno.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Acho que a personagem do conto pensa exatamente como você! ;)


      Beijos!

      Excluir
  4. É sério isso?Porque se for, te apoio,rs.Eu também tenho essas vontades de sair por aí pelo mundo, sei lá..ás vezes nos sentimos presas dentro de nós mesmas.Isso é horrível.

    Amei seu post :)
    beeijão
    http://carolhermanas.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O texto é literário, mas entendo o que você quer dizer sobre esta sensação horrível de ficar presa em si mesma.

      Beijos!

      Excluir
  5. Se for para ir vá! E viva! Se for só um texto literário: parabéns!

    Estou com Chico Science: "Um paço a frente e você já não está no mesmo lugar."

    Pandora
    O que tem na nossa estante

    ResponderExcluir
  6. Respostas
    1. Obrigada pela parabenização! :D

      E Chico tem razão! :D

      Beijos

      Excluir
  7. Eu tenho medode mudanças, geralmente, por mais que elas venham para o bem
    E HEEEY voce vai mudar mesmo?
    Se for, vai com tudo! E muito sucesso nessa nova etapa!
    adorei o texto
    vou ler as historias avulsas do augie viu <3
    Um beijo!
    Pâm - www.interruptedreamer.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O medo sempre vem, a gente tem que saber o que faz com ele. ;)

      E não vou, quem vai é a personagem, a Catarina.

      E leia sim, pq elas são tão lindas e surpreendentes quanto o livro sobre o Auggie!

      Beijos!

      Excluir
  8. Eu não sou nada de aventuras.

    Isabel Sá
    http://brilhos-da-moda.blogspot.pt

    ResponderExcluir

Não deixe de observar também!

Sempre vou responder ao seu comentário por aqui; mas, se você deixar o seu link, farei questão de ir observar na sua morada! ;)