Como fazer e manter a sua lista de 101 coisas em 1001 dias em 8 passos

by - 10:00 AM







Desde que comecei no projeto das 101 coisas em 1001 dias nos idos de 2013, muita gente me procurou dizendo que queria fazer a sua própria lista, mas que não saberia se conseguiria cumpri-la e nem por onde começar. Então, resolvi escrever este post falando como eu fiz as minhas duas listas. Pode ser que ajude vocês todos também.

1. Faça uma tempestade de ideias 

O primeiro passo é colocar no papel tudo o que você sempre quis fazer; mas, que por alguma razão, não conseguiu concretizar até o momento. Vale desde algo simples como ir a um lugar específico ou dormir mais cedo até algo complexo como juntar dinheiro ou fazer uma viagem para um lugar longe. Não filtre a dificuldade ou a importância. Lembre-se: o que é importante e difícil para mim, pode não ser para você e vice-versa.

2. Do que você escreveu, separe o que você deseja que entre na lista

Meu critério para colocar algo na lista sempre foi: isso me fará feliz? Se a resposta era sim, o objetivo sairia da tempestade de ideias e iria para a lista; se não, nem preciso dizer, não é? Aqui ajuda você se imaginar conquistando esta meta, se só de imaginar isso lhe traz algum bem-estar, já é motivo para que seja uma das suas 101 coisas.

Meu segundo critério de eliminação é: eu consigo fazer isso sozinha (mesmo que exija um pouco mais de esforço da minha parte)? Se sim, entra na lista. Se não, faço uma análise mais profunda de quem são as pessoas envolvidas no processo e se posso realmente contar com elas para realizar a minha meta. Colocar objetivos que dependem de outras pessoas é complicado, porque se elas te deixam na mão, você pode se frustrar por não ter conseguido. Por outro lado, a gente não tem o direito de exigir que o outro nos ajude a realizar um dos nossos sonhos. Desejos como encontrar alguém (namorado, noivo, marido) não entram na minha lista, porque eu não consigo controlar/mensurar isso (já vi objetivos assim em listas de outras pessoas - e, por favor, não estou dizendo que isso é errado! -, mas eu prefiro colocar nas minhas listas aquilo que dependa o mínimo possível de outras pessoas). Eu vejo a lista de 101 coisas em 1001 dias como uma forma de eu ser mais protagonista da minha vida e se eu tiver muitas tarefas que dependam das outras pessoas, não vou conseguir a autonomia que desejo.

3. Coloque algum número no seu objetivo

Embora eu odeie matemática, uma das formas de não desanimar é colocando um número na nossa meta. Esta é a maneira mais fácil de torná-la mensurável. Vamos retomar os exemplos do item 1, que ficará mais fácil de entender: como eu sei que eu consegui visitar um lugar específico? Visitando. Está é uma meta fácil de saber que foi atingida. Agora, como vou saber que consegui dormir mais cedo ou juntar mais dinheiro? Você pode dizer um "olhando no relógio ou na minha conta bancária". Eu sei, mas o fato é que na correria do dia a dia, fica muito mais fácil de medir se a gente souber a quantidade do que temos que medir. É aí que os números entram.

Dormir mais cedo pode ser mensurado mais facilmente se você escrever Dormir uma hora mais cedo ou Dormir meia hora mais cedo. Ao invés de você parar as suas atividades de maneira aleatória - e nunca conseguir fazer isso direito - você saberá que tem uma espécie de compromisso de parar tudo um hora ou meia hora antes para poder ir dormir, em outras palavras, saberá quando tem que encerrar o dia. Para facilitar ainda mais, você pode escrever Dormir uma hora mais cedo por uma semana ou Dormir meia hora mais cedo por um mês. Colocando a duração, sua meta será mais precisa ainda, porque você conseguirá medir se a atingiu ou não. 

O mesmo vale com juntar dinheiro (ou beber mais água!). Fica mais fácil de você saber se atingiu a meta se escrever Juntar X reais por X tempo (ou Beber X litros de água por X tempo).

Para algumas pessoas, estes exemplos podem ser muito fáceis; para outras, no entanto, uma tarefa árdua. Então, sugiro que você seja razoável principalmente no que diz respeito ao tempo. Se, para você, é muito difícil dormir cedo, é melhor você colocar que vai fazer isso por uma semana e conseguir, do que colocar que vai fazer isso por um semestre (ou durante os 1001 dias) e dar com os burros na água!

Por fim, a última dica que tenho para que você coloque números na sua meta é: olhe para ela e se pergunte: qual é a quantidade? Por quanto tempo? Quantas vezes na semana/mês/ano? Quantas pessoas/caminhos/assuntos/etc? As palavras qual e quantos sempre ajudam quando é para dar números aos nossos objetivos.

4. Respire fundo e se inspire

Ok. Provavelmente você chegou até aqui em um misto de expectativa e desespero. A expectativa surge, porque você está com aquele friozinho na barriga de quem quer começar a pôr todos os planos em prática. O desespero surge, porque, provavelmente você não tem nem metade da lista pronta e deve estar se indagando se há mesmo 101 coisas que você queira fazer no futuro. É aqui que entra a parte do "respire fundo". 

Respondendo à sua dúvida, sim, há 101 coisas que você queira fazer no futuro próximo, você só precisa descobri-las! ;) É aqui que entra o tio google. Vá até ele, escreva "101 coisas em 1001 dias" e leia a maior quantidade de listas que conseguir! Elas irão te lembrar de algumas metas que você não conseguiria se recordar sozinho. Se você souber inglês e/ou espanhol, também pode tentar buscar por 101 things in 1001 days e/ou 101 cosas en 1001 días.

(Aqui estão a minha primeira e segunda listas, caso você queira dar uma olhada.)

Quando você chegar a esta etapa, você já estará craque em colocar números nas suas metas e mesmo que você veja listas em que as pessoas escreveram apenas "beber mais água" ou "fazer mais exercício", você já saberá como escrever seus objetivos de forma que funcione melhor.


5. Divida a lista por categorias

Isso é algo que muita gente faz e muita gente não faz. Para mim, dividir a lista em categorias, ajuda a visualizar as áreas que quero trabalhar e a traçar planos de como fazê-lo. Há algumas tarefas (geralmente relacionadas a passeios, trabalho e estudo) que estão no mesmo nicho. Agrupando fica até mais fácil de encontrá-las. Também já vi divisão por pequeno, médio e longo prazos e por mais ou menos esforço empregado. As categorias devem ser pensadas de forma a facilitar a finalização dos objetivos.


6. Calcule quando você irá começar e terminar o projeto

Estabeleça uma data para você começar o seu projeto. Não precisa ser necessariamente o começo do mês ou do ano - como eu costumo fazer. Depois, acesse o date calculator. Onde está escrito Start Date, você vai preencher com o dia, mês e ano em que você irá começar o seu projeto. Onde está escrito Add/Subtract, você vai colocar 1001 no quadradinho do Day. Depois, basta clicar em Calculate new date (o quadradinho verde que está embaixo do Start Date), que aparecerá o Result, com a data.

7. Assuma um compromisso público

Terminou de escrever a lista? Publique, compartilhe, mostre ao maior número de pessoas que conseguir. "Mas, Fê, eu não tenho um blog. Nem sei mexer com essas coisas", você me diz. Eu lhe respondo: use as notas do facebook, um arquivo no google drive, um tumblr, o listography (que é próprio para a criação de listas) ou o próprio day zero (que é onde o projeto nasceu). O importante é que você torne a lista pública, porque todo mundo irá ver e sempre haverá alguém que: 1. se inspire e aprenda com você a entrar em um projeto assim; 2. irá te perguntar a quantas andam a sua lista. São justamente estas pessoas que perguntam da sua lista que vão te servir de incentivo para que você não desista! Esse é o ponto principal de assumir o compromisso público.

8. Crie uma rotina de monitoramento e manutenção da sua lista

Escolha um dia da semana para você checar a sua lista e ver o que está em andamento ou o que você pode começar. Este também será o dia em que você riscará o que já foi feito e se sentirá feliz! :)

Vale lembrar que às vezes, algumas metas perdem o sentido com o passar do tempo. Se isso acontecer, você pode simplesmente abandoná-las ou substituí-las por outras. Fazer esta manutenção é importante para que você consiga cumprir o máximo de objetivos.


Considerações finais

Quando eu fiz a minha primeira lista, estava empolgada, mas não sabia até aonde iria. Como eu disse na postagem final, foram muitos os aprendizados sobre a participação no projeto. Creio que visualizar tudo o que queria tornou o trajeto mais claro - como disse acima, há alguns desejos que temos e não nos damos conta! - assim, fica mais fácil para correr atrás deles. 

Riscar itens de uma lista pode parecer algo besta, mas me deu uma sensação de empoderamento grande, porque a minha lista tem uma relação intrínseca com os meus sonhos. E quem não gosta de realizar sonhos?

Espero que o post tenha ajudado quem quiser entrar nesta aventura. 
Beijos e queijos :*

_____________________________________________________________

You May Also Like

11 comentários

  1. Eu não me sinto preparada para entrar num projeto dessa extensão na verdade.
    Tenho dificuldades para postar no blog, e as vezes até em fazer as visitas. Mas eu pretento esse ano ser mais presente la no meu cantinho tbm.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Anny, não tenha medo das metas. Esse é um passo importante para a regularidade tanto do projeto quanto das postagens no blog!
      Espero que este ano você consiga cumprir os seus objetivos!

      Um beijo :*

      Excluir
  2. Oi, oi!

    Há muito tempo eu venho procrastinando e adiando a minha listinha. Vou tirar um fds pra elaborar, pq to cansado de ver todos fazerem e eu só acompanhar. Hahaha.

    Acho que as tuas dicas super irão me ajudar. Valeu!

    Bjs!

    Não me venha com desculpas

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Adri!
      Se fizer, por favor, compartilhe o link comigo, quero ver!
      Fico feliz que as dicas ajudem! :D

      Um beijo!

      Excluir
  3. Já vi algumas amigas de blogosfera, fora da blogosfera literária, fazerem essa lista, tive vontade de fazer, mas eu sou uma sabotadora de listas em potencial... Basta concebe-la para ter vontade e compulsão de fazer algo totalmente diferente... kkk Mas boa sorte a você e quem enveredar nesse projeto. É preciso resiliência para ir até o fim, mas deve valer a pena!

    Pandora
    O que tem na nossa estante

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A lista pública é ótima pra combater a autossabotagem! :D
      Você deveria se dar uma chance! ;)

      Beijos!

      Excluir
  4. Eu pensei uma vez em fazer essa lista, mas eu não tinha 101 que eu gostaria de fazer... Tudo oq eu quero fazer se resume a ler livros, ver filmes e ver séries e eu não gosto muito de ditar o que vou ler e ver porque sou de lua e gosto de fazer as coisas no meu tempo, quando dá na telha sabe? Ai larguei mão dessa ideia, mas acho super bacana e suas dicas foram boas! Um dia eu arrumo 101 coisa pra fazer rs
    Beijos! =**

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A gente sempre acha que não tem 101 coisas, mas sempre descobre que tem! uahahahah
      Siga a ideia de ler outras listas e você verá que elas aparecerão em um instante.

      Beijos

      Excluir
  5. Sempre inspiradora!

    Amei Fê, mesmo ainda tendo algum tempinho para concluir a minha primeira lista já tenho pensado na segunda.

    Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Espero que vc consiga muitas coisas, Moni!
      Estou na torcida! <3

      Beijos!

      Excluir

Não deixe de observar também!

Sempre vou responder ao seu comentário por aqui; mas, se você deixar o seu link, farei questão de ir observar na sua morada! ;)