quinta-feira, 23 de abril de 2015

As pistas

Imagem por Leland Francisco

As pistas, se é que elas existem, são tão confusas que não sei se posso confiar nelas ou não. É uma questão de medo e entrega vivendo em um paradoxo tão intenso que me faz desejar e odiar ao mesmo tempo. 

Sinto falta do abraço, do beijo, das carícias e da fala ao pé do ouvido. A intensidade do frio na barriga, o querer constante que faz da consulta de 5 em 5 minutos no celular uma rotina. Sinto falta do calor que a palavra amor carrega consigo. Logo, é fácil perder-me em devaneios sem explicação lógica alguma. É fácil olhar para você e ver o mundo ganhar cores e formas vívidas nunca antes vistas. É fácil se perder...

Fico me perguntando: será que as tais pistas existem? Será mesmo que toda brincadeira tem lá ou seu fundo de verdade? Ou tudo seria fruto da minha fértil imaginação?

Ah, o querer... O querer bem... Quero tanto me blindar, esquecer que isso tudo existe... Mas será que não estou desejando o impossível?

2 comentários:

  1. "Quero tanto me blindar..." É isso que u sinto, principalmente quando as coisas acabam de uma maneira ruim - vide relacionamento com o pseudo Príncipe, vulgo pneumotórax -. Mas acho que merecemos ser felizes, não que a gente não seja, mas merecemos sim alguém para amar e que nos ame.

    Somos mulheres completas, não merecemos ninguém pela metade!
    Te amooo <3

    ResponderExcluir

Olá!

♥ Quer comentar, mas não tem uma conta no Google? Basta alterar para a melhor opção no menu "Comentar como:". Se você não tiver uma conta para vincular, escolha a opção Nome/URL e deixe a URL em branco, comentando somente com seu nome.

♥ É muito bom poder ouvir o que você pensa sobre este post. Por favor, se possível, deixe o link do seu site/blog. Ficarei feliz por poder retribuir a sua visita.

♥ Quer saber mais sobre o Algumas Observações? Então, inscreva-se para receber a newsletter: bit.ly/newsletteralgumasobservacoes

♥ Volte sempre! ;)

Algumas Observações | Ano 13 | Textos por Fernanda Rodrigues. Tecnologia do Blogger.