As pistas

by - 11:43 PM

Imagem por Leland Francisco

As pistas, se é que elas existem, são tão confusas que não sei se posso confiar nelas ou não. É uma questão de medo e entrega vivendo em um paradoxo tão intenso que me faz desejar e odiar ao mesmo tempo. 

Sinto falta do abraço, do beijo, das carícias e da fala ao pé do ouvido. A intensidade do frio na barriga, o querer constante que faz da consulta de 5 em 5 minutos no celular uma rotina. Sinto falta do calor que a palavra amor carrega consigo. Logo, é fácil perder-me em devaneios sem explicação lógica alguma. É fácil olhar para você e ver o mundo ganhar cores e formas vívidas nunca antes vistas. É fácil se perder...

Fico me perguntando: será que as tais pistas existem? Será mesmo que toda brincadeira tem lá ou seu fundo de verdade? Ou tudo seria fruto da minha fértil imaginação?

Ah, o querer... O querer bem... Quero tanto me blindar, esquecer que isso tudo existe... Mas será que não estou desejando o impossível?

You May Also Like

2 comentários

  1. "Quero tanto me blindar..." É isso que u sinto, principalmente quando as coisas acabam de uma maneira ruim - vide relacionamento com o pseudo Príncipe, vulgo pneumotórax -. Mas acho que merecemos ser felizes, não que a gente não seja, mas merecemos sim alguém para amar e que nos ame.

    Somos mulheres completas, não merecemos ninguém pela metade!
    Te amooo <3

    ResponderExcluir

Não deixe de observar também!

Sempre vou responder ao seu comentário por aqui; mas, se você deixar o seu link, farei questão de ir observar na sua morada! ;)