[Amores Expressos - Blog*] Redescoberta

Avenida Paulista.

Ana era a típica garota moderna e descolada que tem muito guardado dentro de si. Bonita ao natural, ela era conhecida pelos traços fortes da personalidade de alguém que sabe o que quer. O que muitos não sabiam, entretanto, é que por trás de tanta força havia uma dose melodiosa de sentimentalismo. Ana sentia-se só e desejava, sobretudo, amar. Não aquele tipo de amor que nos faz querer ter o ser amado a qualquer custo (e gera aquele medo de perdê-lo), mas sim um sentimento genuíno de completude, que é superior a qualquer outro.

Avenida Paulista.
Ela pensava sobre isso quando passou por aquele prédio espelhado e viu as nuvens nele refletidas. Muitas vezes, sentia-se como aquela construção: refletia a tempestade iminente de uma vida sem amor. É claro que esta constatação sempre lhe causava certa angústia; por isso, resolveu caminhar pela avenida para tentar espantar tal sensação.

Estar cercada e ao mesmo tempo só. Ana acostumou-se de tal forma com isso, que já não espantava mais ninguém ao dizer que estava ou que sairia sozinha. Todavia, naquele momento, esta pressão lhe era um martírio. “É só eu parar de pensar”, disse si mesma e, numa tentativa de mudar o rumo desta viagem interior, resolveu entrar no museu.

(...)

O MASP estava lotado de paulistas e turistas ávidos por arte – e que, ao mesmo tempo, passavam pelas obras com a rapidez vista no dia a dia da cidade. Ana viu-se na contramão de tudo isso; porque, no fundo, transbordava sentimento e, ao mesmo tempo, tentava absorver ao máximo o que cada artista retratara em suas obras... Ainda assim, não conseguira se desconectar do motivo que a levara até ali, aquilo que apelidou de “sentimentalismo barato de um fim de tarde melancólica”. Estava assim, até que algo aconteceu.

MASP - Museu de Artes de São Paulo.


Rosa e Azul (As MeninasCahen d'Anvers)
Renoir - óleo sobre tela (1881)
Chegou em frente ao famoso quadro impressionista do francês Renoir – Rosa e Azul (As Meninas Cahen d'Anvers). Ali estava a frágil mulher Ana; que, quando menina, sonhava em viver a felicidade recíproca de amar e se sentir amada. Ali estava Ana, frustrada por não conseguir lidar com a solidão, com a dor de cada término de relacionamento, com o olhar de pena que alguns lhe lançavam ao vê-la tão solitária... 

Foi quando a sua tempestade interna se convertera em lágrimas silenciosas de alguém que é, sobretudo, poesia. Sentia que chorar em meio a muitos e não ter ninguém para abraça-la era um destino traçado. Ana decantava, e isso ninguém poderia mudar.

Assim ela estava absorta em seu sofrimento, até que ouviu um: “Desculpe perguntar, mas... por que você tanto chora?”

A introspecção de Ana era tamanha que ela não notara aquele rapaz sentado ali, ao seu lado. Ele a observava com seus olhos intensos e profundos, que demonstravam um carinho jamais visto, um interesse desmedido que ela não conhecia; mas, que, desde aquele momento, mudaria a sua vida.

__________________

*Esse é um post especial! Ele faz parte de um projeto chamado Amores Experessos - Blogs que estou realizando junto com as blogueiras Daniele Mi, Thuany Santos, Letícia Silva, Lala Araújo, Jade Figueira, Mariana Sales e Ionara Natália Neves =D

O Amores Expressos - Blogs tem inspiração no projeto de mesmo nome idealizado por Rodrigo Teixeira e colocado em prática pela Companhia das Letras, com o incentivo financeiro do governo brasilero. No projeto da editora, alguns escritores foram escolhidos para viajar para diversos países diferentes ao redor do mundo, e com a experiência que tiveram na viagem, escrever uma história de amor ambientada nesse país. Essas histórias viraram uma série de livros que podem ser vistos aqui. Durante esse tempo da viagem, os escritores mantiveram blogs que podem ser acessados aqui. Após a publicação dos livros também foi feito uma série de documentários que pode ser assistida aqui.

No final de 2012 a Daniele teve a ideia de fazer "mais ou menos" a mesma coisa que foi feita com os escritores, com a diferença que não teríamos que viajar para escrevermos uma história. Deveríamos escolher algum lugar legal na nossa própria cidade e daí escrever um conto de romance e tirar fotos para ilustrá-lo. E aqui está o resultado! =D

Espero que as meninas tenham gostado de participar, e que vocês gostem dos contos e das fotos, pois preparamos tudo com muito carinho =)

Não deixem de conferir os outros textos: Daniele MiThuany SantosLetícia SilvaLala AraújoJade FigueiraMariana Sales e Ionara Natália Neves 

You May Also Like

13 comentários

  1. Que projeto legal! Pena que não vão viajar dessa vez, rs. Quero mais da Anaaa :)
    Beijo!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O projeto é bacana! Se for rolar a segunda edição, te falo! :D
      Quanto a Ana, quem sabe um dia!

      uahahha

      Um beijo!

      Excluir
  2. nuoosaaa Fernada!!!! o que que isso minha filha!!! muito perfeito!!!!

    ResponderExcluir
  3. Que lindo e poético...:) Gostei da Ana e ela é um baita personagem pra um livro assim como o moço ...Se é que a história ficando "no ar" é bonito tambem...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. uahhaahahaha
      Vocês sempre me deixando com vontade de escrever vários livros!

      Excluir
  4. Adorei seu conto também Fernanda! (: Lindo! Gostei da forma como terminou, deixando subtendido o começo de uma história. Beijos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Aaaaaaaaaah, que legal que você gostou! :D
      Feliz por isso! :D

      Beijos e volte sempre!

      Excluir
  5. Perfeito..adoro como você escreve..
    Bj e fk c Deus.
    Nana
    http://procurandoamigosvirtuais.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  6. Estou alegre por encontrar blogs como o seu, ao ler algumas coisas,
    reparei que tem aqui um bom blog, feito com carinho,
    Posso dizer que gostei do que li e desde já quero dar-lhe os parabéns,
    decerto que virei aqui mais vezes.
    Sou António Batalha.
    Que lhe deseja muitas felicidade e saúde em toda a sua casa.
    PS.Se desejar visite O Peregrino E Servo, e se o desejar
    siga, mas só se gostar, eu vou retribuir seguindo também o seu.

    ResponderExcluir
  7. Oii! =D

    Não sei se você lembra de mim, sou a Dani, do projeto Amores Expressos - Blogs! ^___^~

    Desculpe a demora, mas apesar de fazer já um bom tempo, eu não poderia deixar de vir aqui agradecer e parabenizar você pela participação! =)))

    Gostei muito das fotos e da história, e pra falar a verdade, sua personagem Ana me lembra muito alguém que eu conheço na vida real...

    Muitas vezes as pessoas mais quietas e que guardam muito para si são as mais emocionalmente densas, e ao mesmo tempo as mais interessantes, que tem mais coisas para contar, mais reflexões e sonhos =)

    Fiquei muito feliz com sua participação no projeto! Espero que possamos fazer mais projetos legais juntas! =D


    ResponderExcluir

Não deixe de observar também!

Sempre vou responder ao seu comentário por aqui; mas, se você deixar o seu link, farei questão de ir observar na sua morada! ;)