Greg, seu lindo! (Reflexões sobre o amor IV)

Algumas pessoas não entendem bem o motivo de eu gostar tanto assim de Greg Behrendt, mesmo depois  (ou seria, principalmente depois) de terem lido a minha resenha apaixonada de Ele simplesmente não está a fim de você.

Hoje, tentarei esclarecer (de novo!) o porquê de tanto amor! *-*
Estava eu no facebook, quando vejo que Greg postou um link, junto com o comentário: Yep! She's the shit! (algo como: "Sim! Ela é a merda!"). Claro, fui ver...

Preciso dizer que praticamente me acabei em lágrimas?! Caí em uma postagem de um blog em que ele - mais uma vez - declara o seu amor por sua mulher, Amiira Ruotola-Behrendt. O texto é tão lindo, que me fez escrever este post.

E como não me contento, segue abaixo a tradução (só para vocês entenderem, o texto foi publicado em um blog em que Greg e Amiira escrevem sobre moda). Quem quiser ver o original, clique aqui.

Minha inspiração e minha mulher! 

A pessoa mais bem vestida que eu conheço vive na minha casa. Meu ídolo fashion, minha consultora de estilo e também, como costuma ser, o amor da minha vida. Eu realmente não entendo como ela faz isso. Ela é a pessoa mais elegante que eu conheço (e é assim sem o menor esforço). Eu moro com ela então eu vejo o que a faz ser assim, o que a faz sair pela porta. Ainda que a gente esteja indo para um big evento, ela se move pelo nosso **closet *compartilhado sem esforço. Ela está institivamente à frente das tendências, ainda que não seja obcecada por moda. Ela é sexy como o fogo, mas não fica querendo chamar a atenção – pelo menos não na maior parte do tempo. :) Ela veste roupas para a sua idade e ainda assim aparenta ser eternamente jovem. Ela consegue ser elegante a todo tempo, sem estar fora da coleção, e isso não fácil. As mulheres a amam e isso é um feito cada vez mais difícil. Sério, todos os lugares em que vamos, mulheres elegantes nos perguntam o que ela está vestindo. Ela trabalha com isso? Eu não diria que trabalha, mas como eu, ela é fã da arte de se vestir e adora um bom design. Roupas é uma oportunidade para ela. Uma oportunidade séria de ser, como ser mãe, ser escritora e ser mulher também o é. Então este é o segredo?! Ela respeita a si mesma, ela cuida de si e ela experimenta coisas. Ela também é casada. Esse último pode ser um exagero, mas eu posso dizer com certeza que eu seria a metade do homem que sou sem ela. Ela é, de verdade, a minha inspiração. Hoje eu quero celebrá-la, amanhã eu volto a falar sobre mim ;)

*Para a sua consternação.
**Sim, o mesmo armário em que a famosa tragédia Walking The Room foi gravada.

Entenderam agora?!

You May Also Like

0 comentários

Não deixe de observar também!

Sempre vou responder ao seu comentário por aqui; mas, se você deixar o seu link, farei questão de ir observar na sua morada! ;)