Baseado em fatos TOTALMENTE reais (2)

Todos os dias, pela manhã ela sai para trabalhar.

No meio do caminho, enquanto se concentra para chegar ao trabalho "acordada", ela o avista. Ele é negro, baixinho - deve medir 1 metro e meio, no máximo -, e caminha com calma. Ela pensa: "lá vem ele... ¬¬". Ele passa por ela, e a olha dos pés a cabeça. Todos os dias é assim. Eles se cruzam e ele a olha como se ela fora a picanha mais gostosa da churrascaria, enquanto ela o ignora.

De fato, nas primeiras vezes ela o ignorou. Depois, ela passou a lançar-lhe um olhar fulminante de quem diz: "continua me olhando, que eu te mato!" Por fim, mudou a estratégia: passou a sair de casa cerca de 10 minutos mais tarde. Preferiu chegar em cima da hora no trabalho, do que continuar a cruzar com o nanica.

Assim foi feito.
Assim aconteceu (comigo).

You May Also Like

4 comentários

  1. Olha, preciso dizer que ele pode até ser nanica, mas já pensou se por baixo desse tamanho todo existir um coração de dois metros e meio???
    Pensa bem!!!!!
    p.s: Mas se tiver panca de homem filho da puta, já sabe, né? Dá um soco!! rs
    Bjão!

    ResponderExcluir
  2. Interessante.
    Mas então ele sabia o horário que você passava. Ele era interessado, apaixonado ou simplismente um tarado.
    Melhor não arriscar muito.
    XD
    Melhor chegar atrasada.
    Não por ele ser negro, mas é super estranho alguém te encarar todos os dias no mesmo horário e local.
    SINISTRO!
    CORRE! rsrs
    Abraço!

    ResponderExcluir
  3. Sei lá, tenho medo dessas coisas, com tantas histórias horripilantes que ouvimos por ai, todo cuidado é pouco.

    Fez bem! Mas porque não sair dez minutos ANTES?...rs

    ResponderExcluir
  4. Eita, Fê!
    Nessas horas bate um frio na barriga se pensar em coisas ruins, mas acho que também é ruim não ser nunca notada, ser ignorada como um poste.
    Sem exageros nem pra mais, nem pra menos... tem cantada que é bem legal ouvir... baixarias, eu dispenso.

    Bjo. grande, Claudia

    ResponderExcluir

Não deixe de observar também!

Sempre vou responder ao seu comentário por aqui; mas, se você deixar o seu link, farei questão de ir observar na sua morada! ;)