segunda-feira, 2 de agosto de 2021

Ser ar

Céu de inverno.

Me vacinei na véspera do dia do amigo e isso, por si só, foi bem significativo. Fiquei pensando nos laços que construí ao longo da vida, nas pessoas que vieram e se foram e em tudo o que esses 16 meses de quarentena têm representado na minha vida. Quem me conhece de longa data sabe o quanto eu amo estar rodeada de gente e o quanto estar há mais de um ano sem me encontrar com os meus amigos é doloroso. Mas mais doloroso ainda é não poder apoiá-los nos momentos difíceis do jeito que eu gostaria. Faltam abraços e olho no olho. Nenhuma tela vai substituir isso. Quando me vacinei, não pude deixar de pensar no vô e em como gostaria que ele tivesse tido a mesma chance, ainda que ele fosse só vô de coração e não tivéssemos o mesmo DNA.

Também sinto falta de festejar. Os abraços felizes das conquistas e as gargalhadas altas ecoando espontaneamente não são as mesmas on-line, de qualquer modo seguimos assim pelo tempo que for preciso.

É engraçado pensar nisso tudo, porque há um paradoxo nessa relação também. A maior parte dos meus melhores amigos, aqueles com quem posso contar de olhos fechados, moram longe — outros municípios, outros estados, outros países. A fronteira do amor tem outras medidas que não cabem na cartografia.

Viver é uma contradição bonita, que me faz sorrir, porque eu sei que eu, na minha humana pequenez, sou a própria miscelânea de sentimentos antagônicos.

Sábado passado, na aula de Yoga, falamos sobre ter raízes profundas para poder balançar a copa com o vento. Me sinto reflexiva e, sobretudo, grata por poder seguir caminhando (seja em meio à brisa, seja em meio ao furacão).

_____________________________________________________________

10 comentários:

  1. Bela reflexão!
    Agora é só marcar pra rever os amigos e matar as saudades hihi :)

    https://www.heyimwiththeband.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. ainda falta a segunda dose e os 15 dias que seguem após a aplicação. Aos poucos tudo volta para o lugar que deve estar.

      :)

      Excluir
  2. oi, oi.

    te entendo bem, Fê! quando eu me vacinei, tive um misto de sentimentos. na vdd, no momento em que a vacina foi aplicada, eu só tava com medo da agulha mesmo, mas depois, quando voltei ao trabalho, mil reflexões me passaram pela mente.

    perdi o meu avô durante a pandemia. foi muito triste ver a família inteira não poder fazer uma despedida do jeito q ele merece. :(

    enfim... que a gnt reúna forças pra seguir em frente, de cabeça erguida. Não me venha com desculpa - Adriel Christian

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Adri!
      Também tenho fobia, então as reflexões bateram depois também. Eu imagino o quanto foi doloroso perder alguém. sinta-se abraçado! <3

      Um beijo :*

      Excluir
  3. Força! Você conseguirá ter essa força para lidar com todas as situações de sua vida. E, com certeza, você é ar e benção para alguém. Adorei o texto!

    Boa semana!
    O blog está em Hiatus de Inverno entre 02 de agosto e 02 de setembro, mas comentaremos nos blogs amigos nesse período.

    Jovem Jornalista
    Instagram

    Até mais, Emerson Garcia

    ResponderExcluir
  4. viver é realmente uma contradicao bonita


    Um beijo.
    Ha det bra!
    Leidiane Holmedal | leidianesbueno@gmail.com
    Watermelon Curly
    Instagram Watermelon Curly

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A humanidade que há nisso é, de algum modo, perfeita.

      Beijos :*

      Excluir
  5. Esta é uma frase muito significativa: "A fronteira do amor tem outras medidas que não cabem na cartografia." . Adorei seu texto!

    ResponderExcluir

Olá!

♥ Quer comentar, mas não tem uma conta no Google? Basta alterar para a melhor opção no menu "Comentar como:". Se você não tiver uma conta para vincular, escolha a opção Nome/URL e deixe a URL em branco, comentando somente com seu nome.

♥ É muito bom poder ouvir o que você pensa sobre este post. Por favor, se possível, deixe o link do seu site/blog. Ficarei feliz por poder retribuir a sua visita.

♥ Quer saber mais sobre o Algumas Observações? Então, inscreva-se para receber a newsletter: bit.ly/newsletteralgumasobservacoes

♥ Volte sempre! ;)

Algumas Observações | Ano 14 | Textos por Fernanda Rodrigues. Tecnologia do Blogger.