quarta-feira, 4 de março de 2020

{Resenha} A criação do patriarcado, de Gerda Lerner

{Resenha} A criação do patriarcado, de Gerda Lerner.
Por que as relações são como são? Por que homens e mulheres perpetuam o machismo em diversos povos, ao longo da História? Quando a desigualdade entre homens e mulheres começou? Guiada por um desejo de desvendar a história das mulheres, a historiadora, escritora e professora Gerda Lerner iniciou uma extensa pesquisa sobre A Criação do Patriarcado.

Lerner voltou muito na linha do tempo. Além de tentar diagnosticar no presente, ela vai até as mais antigas civilizações: assírios, egípcios, gregos, mesopotâmios, romanos, judeus. Foi preciso entender qual era o papel das mulheres nessas sociedades, para compreender o impacto que o legado delas causa no nosso dia a dia.

Algumas Observações | Sumário do livro A criação do patriarcado, de Gerda Lerner
Parte do sumário do livro.

Ainda que seja muito complicado ter um marco zero preciso que diga “o patriarcado e o machismo começam aqui”, as pesquisas de Lerner apontam que há um processo de apagamento das mulheres pelas diversas sociedades. Portanto, é possível dizer que sim, o patriarcado é um processo histórico que teve um começo e que, logo, pode ter um fim.

O fortalecimento do patriarcado se dá por meio das instituições que têm alguma vantagem no apagamento das mulheres na História: a família, a religião e o Estado. É interessante notar que Lerner defende que o histórico de dominação das mulheres acontece como uma espécie de ponto de partida para a dominação (subjulgação e escravização) de outros povos/raças.



Para construir o seu argumento, Gerda Lerner articulou diversas áreas do conhecimento. Desde especialistas em assiriologia e literatura a historiadores, antropólogos, psicólogos. Sem dúvida, este diálogo que ela nos apresenta o que enriquece a pesquisa nos seus diversos pontos de vista.

Apesar da densidade do assunto, a linguagem e as explicações antes da pesquisa propriamente dita facilitam muito o entendimento da obra. A edição brasileira, publicada pela Cultrix, traz uma nota sobre as definições, uma nota sobre a cronologia e metodologia escolhidas por Lerner, um prefácio assinado por Lola Aronovich (do site Escreva Lola Escreva) e uma introdução. No final do volume ainda há um apêndice com as definições de termos importantes para compreensão do livro, notas explicativas, a bibliografia da pesquisa e índice remissivo. Ou seja, não tem como os leitores se perderem com o conteúdo acadêmico. Nesse sentido, A criação do patriarcado é um ótimo livro para quem deseja entender a importância do feminismo e busca um caminho para mudar a realidade tão opressora em que vivemos.

Livro: A criação do patriarcado
Subtítulo: História da opressão das mulheres pelos homens
Autora: Gerda Lerner
Tradução: Luiza Sellera
Editora: Cultrix
Páginas: 400
Apresentação: A Criação do Patriarcado explora cerca de 2.600 anos de história humana e as culturas do Antigo Oriente Próximo, para nos mostrar em um dos mais originais estudos dos últimos tempos, a origem da opressão das mulheres perpetrada pelos homens. Valendo-se de dados históricos, literários, arqueológicos e artísticos, Gerda Lerner refaz o traçado evolutivo das principais ideias, símbolos e metáforas graças às quais as relações de gênero patriarcais foram incorporadas à nossa civilização, sustentando que a dominação da mulher pelo homem é produto de um desenvolvimento histórico. Não é natural ou biológica e, portanto, imutável, de modo que o Patriarcado como sistema de organização da sociedade pode ser abolido por processos históricos. Gerda Lerner propõe uma nova e surpreendente teoria de classe, revelando as diferentes maneiras pelas quais as classes são estruturadas e vivenciadas de forma diferente por homens e mulheres.
_____________________________________________________________

15 comentários:

  1. Que livro valioso! Acredito que essa seja uma leitura que agregue muito em relação à educação social, é o tipo de livro para ser estudado e marcado.
    Gostei da resenha :)
    Beijo, Blog Apenas Leite e Pimenta ♥

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim, muitas marcações e muitas reflexões. <3
      Recomendo a todo mundo mesmo!

      Beijos :*

      Excluir
  2. Oi, Fernanda como vai? Livro interessante. Já o conhecia, porém não o li, ainda. Adorei sua resenha, pois despertou ainda mais meu desejo de ler este livro. Abraço!


    https://lucianootacianopensamentosolto.blogspot.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Luciano!
      Como mulher, adoraria que mais homens lessem esse livro.
      Espero que você tenha a oportunidade e que goste.

      Um beijo

      Excluir
  3. Caramba achei beeem interessante!!
    E trata de um assunto bem importante.
    Não conhecia e fiquei bem curiosa pra ler esse livro :)

    https://www.heyimwiththeband.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim. O livro é profundo e, ao mesmo tempo, didático.
      Vale muito a pena. :)
      Espero que você tenha a chance de ler e que goste.

      Beijos

      Excluir
  4. Esse é aquele livro que todo mundo deveria ler, né? Amei conhecer, já coloquei ele na minha lista! ❤

    https://www.kailagarcia.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Siiiiiiiiiiiiiim! :)

      Espero que goste tanto quanto eu!

      Beijos

      Excluir
  5. Olá! Gostei da sua forma de abordar o assunto e é importante leituras diversas, eu confesso não ter o hábito de ler livros assim, já tentei mas parece que se arrasta e acabo desistindo mas, sempre é hora para começar.
    Beijocas.

    https://www.parafraseandocomvanessa.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Vanessa!
      Apesar de ser um tema complexo, o livro tem uma linguagem boa para ser lido. Dê uma chance, talvez esse funcione para você.

      Um beijo

      Excluir
  6. Que livro maravilhoso!
    Só de ler a sinopse e sua opinião fiquei louca para iniciar a leitura.
    Amo histórias, ainda mais sobre temas que são polêmicos.
    Além de mostrar um pouco sobre essas mulheres guerreiras em cada tempo histórico e nossa evolução e resistência.
    Beijos. 
    Diário da Lady

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. é um livro de não-ficção que é muito bom de ser livro. :)

      Beijos

      Excluir
  7. já me encontro na página 145, muito bom este livro busca na raiz... interessante meu esposo até interagiu...

    ResponderExcluir

Olá!

♥ Quer comentar, mas não tem uma conta no Google? Basta alterar para a melhor opção no menu "Comentar como:". Se você não tiver uma conta para vincular, escolha a opção Nome/URL e deixe a URL em branco, comentando somente com seu nome.

♥ É muito bom poder ouvir o que você pensa sobre este post. Por favor, se possível, deixe o link do seu site/blog. Ficarei feliz por poder retribuir a sua visita.

♥ Quer saber mais sobre o Algumas Observações? Então, inscreva-se para receber a newsletter: bit.ly/newsletteralgumasobservacoes

♥ Volte sempre! ;)

Algumas Observações | Ano 14 | Textos por Fernanda Rodrigues. Tecnologia do Blogger.