quarta-feira, 17 de fevereiro de 2016

{Resenha} Recôncavo, de Armando Avena

Escrito pelo baiano Armando Avena, Recôncavo é um romance extremamente bem trabalhado. A história nos apresenta um escritor, prestes a receber o prêmio Nobel de Literatura. Enquanto aguarda que o mestre de cerimônia o chame, ele se depara com os seus personagens querendo lhe cobrar tal premiação, uma vez que o autor jamais chegaria ali sem eles. É assim que o Recôncavo baiano e o auditório do Stockholm Convention Center se fundem, tornando-se uma única narrativa.


Os personagens ganham vozes, cheiros, atitudes. Todos eles explicitando as mazelas da pobreza, do machismo, do tal jeitinho brasileiro de se resolver os inúmeros problemas do cotidiano. As relações de poder, o abuso sexual, a descriminação, a crueza da vida e da morte, a religião e suas crenças, a inocência e a perda dela. Um a um, os problemas aparecem, cada um interligando uma vida a outra. E é justamente esta conexão que transcende que prende o leitor até o fim. Afinal, o autor está em Estocolmo ou no Recôncavo? Seria tudo verdade ou alucinação? Como terminará a história? Os questionamentos nos leva a querer ir até a última linha do livro.

O realismo fantástico, a forma com que Avena traça os acontecimentos, como ele brinca com o tempo e os espaços é incrível. Ele consegue transportar seus leitores com uma sutileza que encanta e transcende a ponto de despertar no leitor a vontade de ir até o Recôncavo - ou, no mínimo, de fazer uma pesquisa no Google - para saber se lá é tão denso e paradoxalmente delicado quanto na narrativa. É, portanto, uma leitura que vale a pena ser feita.

Livro: Recôncavo
Autor: Armando Avena
Editora: Versal Editores
Páginas: 168
Sinopse: Na primeira fila do auditório do Stockholm Cenvention Center, na Suécia, enquanto aguarda ser chamado pelo mestre-de-cerimônias, o primeiro escritor brasileiro a receber o Prêmio Nobel de Literatura surpreende-se ao distinguir no palco os personagens que fizeram sua história na cidade de Cachoeira, no Recôncavo baiano. E eles estão lá para dizer que o prêmio não lhe pertence.
Livro no skoob.
_____________________________________________________________

4 comentários:

  1. oi, oi.

    gente, esse livro deve ser ótimo. já pensou? os personagens começarem a falar com o escritor cobrando trocentas coisas, atenção e tals? hahaha. deve ser bem louca a narrativa. <3

    não conhecia o escritor, mas admiro-o muito pela inovação. é bem diferente do que já vi. vou dar uma pesquisada pra ver se encontro o livro pra comprar.

    bjs!
    Não me venha com desculpas

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A estrutura narrativa dele é legal mesmo. É diferente e o autor consegue misturar a realidade e a ficção de forma que os dois fiquem claros e que a história não se torne massante.

      Acho que você irá gostar, se ler.
      :)

      Beijos

      Excluir
  2. Te confesso: ia ir embora do blog depois de deixar meu aviso, mas cliquei na página inicial (pequena mania minha) e li a quote na foto... Tive que ler a resenha! Já botei o livro lá no meu skoob porque quero muito ler! Parece muito bom e melhor ainda por ser brasileiro. Adoro personagens escritores e a ideia dele se encontrar com seus personagens despertou muito minha curiosidade. Gostei também de tocar em temas como preconceito e etc. falta um pouco disso na literatura

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pelo o que você disse aqui, tenho certeza que será uma leitura bem feliz. Você vai adorar!
      Assim como você, também gosto muito de ler obras em que os personagens são escritores. É sempre um processo literário, mas de aprendizado.

      Beijos

      Excluir

Não deixe de observar também!

Sempre vou responder ao seu comentário por aqui; mas, se você deixar o seu link, farei questão de ir observar na sua morada! ;)

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...