quarta-feira, 7 de agosto de 2013

A garota que não sonhava


Seguia sem rumo. Não vivia, sobrevivia: mantinha uma rotina diária de acordar, se arrumar, ir trabalhar, voltar do trabalho, checar os e-mails e ir dormir. Seus dias passavam em looping, se repetiam sem sessar. Já não sonhava mais, não via motivos. Seus olhos captavam a vida em preto e branco. Cores a deixavam cansada. Planejar um futuro era algo sem fundamentos. Tinha medo. 

Seu medo era uma camisa de forças: a paralisava de tal forma que confiar nos outros - seja quem for este "outro" - era praticamente impossível. A desconfiança rondava de tal forma que sobraram apenas os poucos amigos das antigas. Novas amizades? Novos amores? Fora de cogitação! Pensava que estas pessoas queriam apenas usá-la. 

A ingenuidade dos pequenos gestos a sobressaltava: um olhar na rua, uma frase positiva, um carinha que passava horas tentando escalar aquela muralha na qual ela se escondia. Se questionava como os outros podiam, e ela não, por que raios era tão difícil se deixar levar e tentar acreditar?

Pedir ajuda também era complicado demais - como tudo que a envolvia. Conversava com os poucos amigos, mas não tinha coragem de procurar um profissional. Terapia era algo que não passava pela cabeça. Não queria ser tachada de "doida", menos ainda se abrir com um desconhecido...

Teria desistido de viver?!

No fundo, a garota que nunca sonhava queria lutar. Embora não soubesse a dimensão da força que tinha, ela sabia que queria lutar. Ainda que ela não soubesse quais armas usar ou por onde começar, ela queria muito lutar! Mesmo que ela não admitisse; no fundo, bem lá no fundo, a garota que não sonhava era uma romântica incurável, que só desejava ser feliz.

12 comentários:

  1. Eu simplesmente não vou falar nada!

    Já te falei pelo fb.

    To chorando e mto aqui.... nem vo falar como vc conseguiu captar tanta coisa... 10 anos de amizade neh?!

    Amo vc, miga

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sobre/para você.
      Com todo o carinho do universo!

      Também te amo! <3

      Excluir
  2. poxa vida! não sabia que vc sabia ler almas! me pegou desprevenida!

    ResponderExcluir
  3. Ah que lindo! Eu a-m-o contos :)
    Adorei o blog ;)
    Estou seguindo! Se quiser me seguir adorarei.
    Ah, tem alguns contos lá no meu blog, haha
    Beijão
    Nati,
    http://nataliascholze.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Nati!
      Obrigada por seguir e pelo convite para visitar o seu blog!
      Fico feliz que tenha gostado do texto!
      Um beijo!

      Excluir
  4. Amei o conto, Fe!!
    Sabe, meio que sei como a garota que não sonhava se sente.
    Já passei por isso, um estado de espírito que ninguém compreende, em que achamos que mais nada vale a pena...
    Lindo demais!! Amo amo seu blog!!

    Beijos

    www.meumeiodevaneio.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada por compartilhar como você se sente. Ver esse "passei por isso" é ótimo, porque dá a sensação de que um dia isso acaba! :D

      Beijokas! :D

      Excluir
  5. Fê,

    Vc captou exatamente o que às vezes sinto!

    Lindo!

    Bjos

    Boo
    http://thatsthewayilikeit.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ai Boo,
      Depois te conto mais sobre este texto! ;)

      Um beijo!

      Excluir
  6. E tem mais este cantinho aqui!!!
    Que maravilha!!

    Adorei os dois blogues!
    Teu texto está lindo!

    Abraço!


    R. Vieira
    http://diariosdesafios.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada!
      Fico feliz que tenha gostado! :D

      Um beijo!

      Excluir

Não deixe de observar também!

Sempre vou responder ao seu comentário por aqui; mas, se você deixar o seu link, farei questão de ir observar na sua morada! ;)

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...