{Diário de Gateira} Adotei uma gatinha!

Oi, pessoal!
Estou aqui para abrir uma coluna nova aqui o blog, a diário de gateira, e contar a novidade mais fofa da minha vida: adotei uma gatinha! Quem me conhece já sabe que desde pequena eu sou doida por gatos. Agora, finalmente, consegui convencer o povo de casa a adotar um bichano. 

A decisão de ter um bichinho de estimação em casa foi tomada há cerca de um mês. De lá para cá eu procurei me informar o máximo sobre o comportamento animal, seja tirando dúvidas com as minhas amigas gateiras, seja vendo videos no youtube. Conhecer sobre o animalzinho adotado ajuda bastante o dono a entender o que o bicho está sentindo e a evitar estresse dos dois lados (tanto para o animal, quanto para o dono).

Oi, gente! Eu sou a Poesia. ♥

Desde antes de ter a gatinha, já havia escolhido o nome: Poesia. Algo me dizia que não adotaria um macho, mas se fosse assim, talvez se chamasse Verso ou Poema. Outra coisa que eu também tinha certeza era sobre a adoção. Com tanto gatinho precisando de um lar, decidi que não compraria um.

Minha irmã me convidou para visitar uma ONG, a Canto da Terra, onde a amiga dela adotou a siamesa Lua. Nós fomos até lá; e a Natália, além de nos apresentar vários gatinhos fofinhos, nos deu as orientações básicas de cuidado. Não saímos com um felino, porque a casa não estava telada ainda. Naquele dia, apenas adotei uma muda de suculenta, a Julieta, que está crescendo de vento em poupa.

Oi, gente! Eu sou a Julieta. ♥
Conheça mais sobre o trabalho de adoção de animais, plantas e livros da ONG Canto da Terra clicando aqui.

Dias depois, comentei com minha amiga, Carol Vayda, que queria adotar... e bem, foi assim que a minha Poesia surgiu! A Carol tem vários gatinhos na casa dela e resolveu me presentear com uma menina beeeeem arteira, uma rajadinha que perdeu um dedinho logo nas primeiras aventuras de vida.

Foto de quando ela ainda estava tratando a patinha lá na casa da Carol.

Ela demorou um tempinho para se mudar, por causa do tratamento na patinha, mas isso não impediu que eu passasse a amá-la à distância. Foram muitos vídeos dela com a tia preferida, a gatinha Chinha, muitas fotos e até uma live, para acalmar o meu coração ansioso. Também tivemos muitas idas às lojas para comprar tudo o que ela precisava.

Poesia e Chinha.

A Poesia chegou aqui no sábado, 24 de março, e só de vê-la com seu lacinho vermelho, já arrebatou o meu coração. A cada dia que passa, mais amo essa bichana (apesar de ainda estramos em fase de adaptação e descoberta do que é melhor na nossa convivência).

Registros feitos no caminho de Uber da casa da Carol para a minha.
É claro que nunca mais algo parou nesse pescoço depois desse dia, mas a gente aceita, não é mesmo?
(Fotos: Carol Vayda)

Nos próximos posts, vou contar com um pouco mais de detalhes sobre o que fiz para me preparar para recebê-las e também como está sendo as primeiras semanas dela por aqui (em que cada dia uma coisa diferente acontece, literalmente).


Leo, Carol, Paty e eu, no dia em que a Poesia chegou por aqui.

Quer acompanhar mais do dia a dia da Poesia? Dê um pulo lá no Instagram. ♥

E vocês?  Contem aí nos comentários se vocês têm algum animalzinho, como ele chegou à sua casa e como foi o processo de adaptação. Vou adorar aprender com vocês! ;)

Beijos e queijos! :*

_____________________________________________________________

You May Also Like

18 comentários

  1. A Poesia é muito amadinha e tenho certeza que vai fazer muito bem para ela estar em uma família como a sua! <3

    ResponderExcluir
  2. A poesia e lindinha. Uma graça! Tem carinha de arteira! *.*

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ela é bem arteira, mas muito carinhosa também! ♥

      Excluir
  3. Amiga
    Páscoa é tempo de alegria,
    de celebrar o amor, o triunfo da vida.
    Que o amor renasça em plenitude na sua
    casa no seu coração e de todos da sua família.
    Feliz Páscoa! 🐇🐇

    ResponderExcluir
  4. AAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAA QUE COISINHA MAIS FOFA
    E O NOME DELA É POESIA
    MEU DEUS
    SOCORROOOO, MULHER!!!
    eu amo tanto bichinhos e aaa que linda, coitadinha da patinha dessa princesa.
    meu sonho é adotar um gatinho <333

    beijos,
    a-mares-ia.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Laís,
      adotar um gatinho é a coisa mais maravilhosa que você pode fazer. A experiência é cheia de amor. Coisa mais feliz não há!

      Quanto ao nome, filha de escritora, alguma coisa de escritora tem que ter, né? ;)

      Beijos meus e ronrons da Popô pra você!

      Excluir
  5. Que coisa mais linda! A melhor coisa que fizemos aqui em casa foi adotar um gatinho também - e adotar mesmo! Você tem toda razão, com tanto gatinho precisando de um lar não faz sentido comprar. O Simba (o meu gatinho ♥)ajudou muito na nossa casa, ele é super fofo e sempre nos acalma, foi a melhor coisa! ♥ Gatos são incríveis! E super divertidos hahaha. Acredita que antes de termos o Simba eu não gostava de gatos? Mas foi só ele chegar aqui que ganhou meu coração. Os Delírios Literários de Lex

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Minha irmã também não gostava de gatos e hoje não vive sem a Poesia. Ela mudou a dinâmica da casa para melhor ♥ Nossa vida é muito mais feliz com a Poesia aqui. :) Ela é muito doce e nos faz pessoas melhores. :)

      Beijos

      Excluir
  6. Ahh eu adorei a Poesia e a Julieta! Que elas possam encher sua vida de amor e alegria! Todo amor oferecido volta em dobro, viu! ;)

    beijos!!

    https://ludantasmusica.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A minha vida ficou mais feliz depois que elas chegaram! ♥

      Beijos

      Excluir
  7. Ahhhh que fofura, amei o nome dela :D

    http://submersa-em-palavras.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O nome dela é uma inspiração para mim! Fico feliz que todo mundo esteja gostando tanto :D
      Ela é uma fofura mesmo ;)

      Beijos :*

      Excluir
  8. oiê

    Fê, como assim a Poesia tem até instagram??? que coisa mais chyc! <3

    eu já tive gatinhos: o Mustafá, a mel e Xani Xanis (esse último tá vivinho e aprontando lá em casa!). os dois primeiros morreram e eu sofri tanto. até hoje sinto saudade deles... </3

    gatinhos são muito fofos, apesar de terem um humor bipolar. uma hora querem carinho e suplicam por isso, mas tem momento em que só querem ficar no cantinho deles. e eu compreendo, pq o ser humano tbm é assim. uma hora a gente quer farra, noutrora sossego. :d

    espero que a Poesia te traga muita alegria e, claro, poesias. ;) vai narrando mesmo pra gente o desenvolvimento da relação de vcs!

    bjs!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Gatos são muito verdadeiros. É por isso que eu gosto tanto deles! :D
      Depois quero ver uma foto de Xani Xanis (adorei o nome!). ♥

      O instagram foi ideia dos amigos que queriam vê-la. No fim, está sendo legal porque temos um registro desde quando ela era um bebê. :)

      Beijos

      Excluir
  9. Beautiful post <3

    http://makeyourperfectstyle.blogspot.ba/

    ResponderExcluir

Olá!

♥ É muito bom poder ouvir o que você pensa sobre este post. Por favor, se possível, deixe o link do seu site/blog. Ficarei feliz por poder retribuir a sua visita.

♥ Quer saber mais sobre o blog? Então, inscreva-se para receber a newsletter: bit.ly/newsletteralgumasobservacoes

♥ Volte sempre! ;)