U2 e a The Joshua Tree Tour em São Paulo

by - 11:28 PM

Pensem num sonho realizado. *_*
(Para ler os posts sobre a 360º Tour do U2, clique aqui.)
Eu sei, eu sei. Estou bem uns dois meses atrasada. Mas se eles ainda estão falando de nós na BBC, por que eu não posso falar deles, não é mesmo?

A verdade é que narrar a ida ao um show do U2 é sempre uma tarefa árdua. Sempre faltam palavras. Fui ao show na companhia da Boo (my partner in show crime!). Para variar, choveu a vida no dia e lá chegamos nós dispostas a tomar chuva.

As doidas *_*

Para nossa sorte, quando estávamos prestes a entrar, perguntaram se nós não queríamos um upgrade no ingresso. Acabamos ficando bem mais perto, no coberto e sem ter que pagar a diferença por isso. Milagre irlandês? Não sei. Apenas aceitei feliz. 😉

Upgrade no ingresso: amamos sim ou com certeza?

A abertura ficou por conta do Noel Gallagher's High Flying Birds. Apesar da chuva — que foi muita mesmo! — o show foi impecável. Eu, particularmente, achei muito bacana poder ouvir as três das minhas músicas do Oasis preferidas (Champagne Supernova, Wonderwall e Don't look back in Anger). Se dissesse para o meu eu adolescente que eu ouviria as três de um dos Oasis tanto tempo depois, não acreditaria. Ainda bem que o mundo dá voltas, não é mesmo?

Pelo o que nos disseram, o show atrasou mais do que os dois anteriores (fui no domingo, 22). Isso, por conta da água toda no palco. O que teve de técnico resolvendo como ficaria as baterias do Larry! Isso só me deixava mais ansiosa, claro! Até que, enfim, o quarteto subiu ao palco.

Amor em forma de música. ♥


Love x Hate, e as mãos do Bono ♥

Cara, poderia usar todas as melhores palavras e ainda assim não seria o suficiente para dizer como eu me senti tendo o U2 diante dos meus olhos — bem mais próximos do que no último show que havia ido. É surreal como aqueles quatro baixinhos conseguem ter tanta força juntos.

Cores da Irlanda no telão e a gente recebendo a benção do Bono para ir para lá. ♥

Esse foi um show que eu quis curtir mais e gravar menos — ainda que eu tenha gravado bastante coisa, para ser bem sincera. Aproveitei que na minha frente tinha um murinho, fiquei apoiada lá, sem me preocupar tanto com o enquadramento. Tudo o que eu conseguia pensar durante aquela viagem de comemoração do Joshua Tree é como eu preciso ir ao The Joshua Park um dia. É como se isso fosse uma necessidade básica, um chamado de alma. 


Playlist com os 9 vídeos aqui.

Pude ouvir Running to Stand Still ao vivo. Este era um dos meus sonhos, já que esta é uma das minhas músicas preferidas da vida 💚. Pensei que ira chorar, mas a que me arrancou lágrimas mesmo foi Ultra Violet (também na lista das prediletas). Foi lindo ver aquelas mulheres todas no telão (incluindo a Taís Araujo!). #girlpower.

Larry disse, a gente aceita. u.u #ForaTemer

Segue o set list dessa noite incrível:



Agora vamos às fotos:

U2 — The Joshua Tree Tour — São Paulo Oct 22, 2017

É isso! 
Beijos e queijos :*
_____________________________________________________________

You May Also Like

2 comentários

Olá!

♥ É muito bom poder ouvir o que você pensa sobre este post. Por favor, se possível, deixe o link do seu site/blog. Ficarei feliz por poder retribuir a sua visita.

♥ Quer saber mais sobre o blog? Então, inscreva-se para receber a newsletter: bit.ly/newsletteralgumasobservacoes

♥ Volte sempre! ;)