Uma carta de amor para quem já se foi

Puerto Madero, Buenos Aires, Argentina. 

Olá, 
espero que tudo esteja bem por aí.

Não sei bem como começar esta carta, mas a necessidade de conversar com você falou mais alto. Sabe, eu esperei. Esperei que você voltasse, que rompesse o silêncio. Tive a esperança de que você desistisse desta ideia maluca de se afastar. Espera inútil, em vão, que fez meu mundo girar e girar... Onde foi que eu errei?

Resolvi tentar encontrar os culpados. Esbravejei contra o mundo, revoltei-me. Como poderia errar tanto assim? Não sei se a responsabilidade era sua ou minha, mas a necessidade de encontrar uma explicação me afogava de tal maneira, que pensei que jamais voltaria a respirar. Você ainda respira? 

A falta de consciência, o aperto no peito, a sua falta. Isso tudo me move a lhe escrever. Como você estaria hoje? O que tem feito? Gostaria de sentar novamente naquele café em que tudo começou para termos uma conversa franca. Queria olhar nos seus olhos novamente, sentir aquela paz de outrora. Sobretudo, queria desabafar.

Desabafo? Sim, sei que isso lhe pegou de surpresa. A verdade é que queria olhar nos seus olhos e dizer que não sinto mais raiva. No fundo, talvez eu sinta apenas pena. Pena porque tudo terminou repentinamente. Pena porque não tivemos a chance de falar. Pena por tudo o que poderia ter sido e não foi.

Talvez eu esteja vivendo um passado. O fato é que a luta contra o luto é constante por aqui. Idiotices, eu sei. Depois de tanto tempo, o seu sorriso já deve autêntico, enquanto o meu ainda resiste a se formar no meu rosto. Viver para você sempre foi tão fácil...

Espero que tudo esteja lindo na sua vida, que o seu aniversário tenha sido incrível e que sua atual namorada lhe dê o amor que você merece ter. Quanto a mim, bem, eu seguirei o meu caminho, seja ele qual for.

(Ainda) Com amor...
_____________________________________________________________

You May Also Like

4 comentários

  1. Que carta mais fofa e triste. Acho que todo mundo a vida já teve ou vai ter uma história assim mal acabada. Mas que no fundo tudo que precisam é de algo que as faça seguir em frente, sem mais virgulas, apenas o tão sonhado ponto final.

    Blog Profano Feminino

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sempre há algo que nos ajuda a superar... O problema é que, em meio à dor, a gente demora a encontrar esta saída. O bom é que passe o tempo que passar, a saída estará lá te esperando.

      Excluir
  2. Uau! Quanta intensidade nessa carta...

    É difícil deixar quem já se foi partir de vez, me peguei pensando em mim mesma em uma passagem ou outra do seu texto. Quem nunca imaginou onde foi que errou? <3

    "Você ainda respira?" AMEI. Essa frase ficou ecoando na minha cabeça.

    Arrasou, Fê!

    A tal da Vivian

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Há perguntas que ecoam mesmo. Não tem jeito!
      E obrigada por palavras tão lindas, Vi!

      Beijos

      Excluir

Não deixe de observar também!

Sempre vou responder ao seu comentário por aqui; mas, se você deixar o seu link, farei questão de ir observar na sua morada! ;)