Leituras de 2015

Olá, pessoal!
Sempre recebo pedidos de indicações de livros, por isso, achei justo compartilhar com vocês as minha leituras. Há tempos - desde 2003, acho - não contabilizo os livros que já li, por isso, resolvi retomar o velho hábito em 2015. 

Aqui, portanto, você encontrará apenas uma lista, organizada por ordem cronológica, em que teremos o nome do livro, seguido pelo nome do autor e de sua editora (informação que estará entre parenteses). Espero que possa passar dos 50 títulos e que vocês gostem das indicações.

Sempre que possível, escreverei resenhas sobre o que li, para que vocês possam saber mais sobre a obra em questão. Então, não deixem de conferir a tag. Se vocês quiserem saber mais sobre as leituras anteriores a 2015, podem me adicionar lá no skoob. ;)

Agora chega de papo e vamos lá?

JANEIRO
1. O irmão alemão, por Chico Buarque (Companhia das Letras);
2. A casa dos budas ditosos, por João Ubaldo Ribeiro (Editora Objetiva);
3. Os gatos nunca mentem sobre o amor, por Jayne Dillon (Universo dos Livros);
4. Pare de se sabotar e dê a volta por cima, por Flip Flippen (Sextante);
5. 23 Hábitos Anti-procrastinação, por S.J. Scott (Habit Books);
6. Freud, me tira dessa!, por Laura Conrado (Novo Século);

FEVEREIRO
7. O verde que brilha no poço, de Marina Colasanti;

MARÇO
8. Sejamos Fodos Feministas, de Chimamanda Ngozi Adichie (Companhia das Letras);
9. Writing to find yourself (Learning to be more authentic through the art of writing), de Allison Vesterfelt (baixei no NoiseTrade).

ABRIL
10. You are writer (so start acting like one), de Jeff Goins (baixei no NoiseTrade).
11. The art of creating, de Paul Perkins (baixei no Noise Trade).

MAIO 
12. O tempo é um rio que corre, de Lya Luft (Record)

JUNHO
13. Para onde vai o amor?, de Fabrício Carpinejar (Bertrand Brasil)

JULHO
13. Budapeste, de Chico Buarque (Companhia das Letras)

OUTUBRO
14. O romancista ingênuo e o sentimental, de Orhan Pamuk  (Companhia das Letras)

NOVEMBRO
15. Teus pés toco na sombra - poemas inéditos, de Pablo Neruda (José Olympio)
16. Positive Discipline in the Classroom - Jane Nelsen

DEZEMBRO
17. Short movies, de Gonçalo M. Tavares (Dublinense)
18. O homem que você vai ver, de Eli Gottlieb (Rocco)
19. Todas as mulheres, de Fabrício Carpinejar (Bertrand Brasil)
20. Recôncavo, de Armando Avena (Versal Editores)
21. A história sem fim, de Michael Ende (Martins Fontes, selo Martins)
22. Auggie & Eu, de R.J. Palacio (Intrínseca)

E você, o que anda lendo?
Algumas Observações | Ano 13 | Textos por Fernanda Rodrigues. Tecnologia do Blogger.