{Vou por aí} Buenos Aires - season 1: o show Tango

O texto abaixo faz parte da série Buenos Aires - season 1 e relata o que vivi na capital argentina durante as férias de julho de 2015.

¡Hola, chiquitos y chiquitas!
Espero que tudo esteja bem com cada um de vocês. Por aqui, tudo incrível!
O post de hoje é para contar como foi a nossa experiência em Buenos Aires com o show tango.



Estar na Argentina é fantástico, porque as pessoas vivenciam o tango a todo instante. Ele serve de trilha sonora nos aeroportos, nos bares, nos restaurantes, nas apresentaçõesde artistas de rua, enfim, é trilha do cotidiano portenho, algo intrínseco a todos.

O fato de ser música ambiente em praticamente todos os lugares nos chamou muito a atenção. É como se os argentinos declarassem a quem quiser ouvir - literalmente falando - o seu amor por este elemento que faz parte da cultura de seu país.

O show de tango

Foto: Café Tortoni.
Moni e eu escolhemos assistir ao show de tango do Café Tortoni e não nos arrependemos. O lugar é um ponto turístico clássico - sendo considerado um dos cafés notáveis, pelo governo argentino - e tem toda uma estrutura e tradição que nos faz querer permanecer lá por horas e horas. A fama vem por ele ter sido frequentado por pintores, jornalistas, escritores e músicos da cultura portenha. Além disso a localização era ótima! Super próximo do hotel em que nos hospedamos.

O espetáculo custou 270 pesos argentinos, mas poderia ter sido pago em reais (75) ou em dólares, e o visitante deve comprar o ingresso com certa antecedência (compramos por volta das 16h, para o show das 20h30 do mesmo dia)*. A mesa é compartilhada entre quatro pessoas (dividimos a nossa com mais dois brasileiros) e não inclui o consumo.

Nós não sabíamos o que esperar e olha, só foi felicidade! Ao chegarmos, fomos encaminhada para a Sala La Bodega, um ambiente que foi uma adega e que fica no subsolo. Muito bacana. :) Lá há um palco em que cantores e dançarinos se revezam cantando - ao vivo - e contando a história do Tango.

Para quem não sabe, este gênero musical nasceu em meio às prostitutas. Segundo o site História do Mundo, a história é a seguinte:

Vista da nossa mesa, antes do espetáculo.
De acordo com recentes pesquisas, no final do século XIX, só a capital Buenos Aires contava com mais de 200 casas de prostituição. A procura pelas prostitutas era tão grande que os homens faziam fila à espera de fácil prazer sexual. Foi quando, a grande circulação de pessoas nas casas de prostituição argentinas deu espaço para a encenação de números musicais enquanto os clientes esperavam a sua vez. Nesse instante, apareciam grupos que intercambiavam suas distintas experiências musicais. A polca européia, a havaneira cubana, o candombe uruguaio e a milonga espanhola firmaram o nascimento do tango argentino.
Em seus primeiros anos, o tango era formado por um trio musical executante de ritmos mais acelerados e os passos de dança tinham muita sensualidade. Só mais tarde que os tangos começaram a ganhar suas primeiras letras. Fazendo jus ao seu local de origem, as primeiras letras descreviam situações libidinosas sobre os prostíbulos e as meretrizes. Por isso, durante algum tempo, o tango era sinônimo de imoralidade. As pessoas de “boa índole” tinham verdadeira aversão à prática desse tipo de música dançante. No entanto, os imigrantes que voltavam para Europa tinham popularizado o estilo, principalmente na cidade de Paris.

O início do tango.

O início do tango.

Conforme o musical vai se desenvolvendo, os cantores trocam de roupas e encarnam outras épocas, até o estilo musical ganhar o status cultural que tem atualmente. Acho que os pontos altos do show foram a apresentação dos boleadores gaúchos, o cantor performando belissimamente El día en que me quieras (escrita por Alfredo Le Pera, gravada por Carlos Gardel, também famosa na voz de Luís Miguel) e os tangos mais famosos: Derecho Viejo, Quejas de Dandoneon, La Cumparsita.



Um vídeo publicado por Fernanda Rodrigues (@fe_notavel) em


Um vídeo publicado por Fernanda Rodrigues (@fe_notavel) em


Um vídeo publicado por Fernanda Rodrigues (@fe_notavel) em

Um vídeo publicado por Fernanda Rodrigues (@fe_notavel) em

O show de tango foi o passeio mais caro que fizemos, mas valeu a pena cada centavo que pagamos. Estar em contato direto com a arte é de encher os olhos e acalentar o coração! ♥ Se você for a Buenos Aires, não pode perder! 

Beijos e queijos! :*

*PS: Todos os valores do post estava vigentes entre 13 e 20 de julho de 2015. Como a inflação na Argentina deu uma disparada, confira antes de ir se ainda continua assim. ;)
_____________________________________________________________

You May Also Like

2 comentários

  1. Esse show é famoso! Acho que foi o mesmo que assisti quando fui a BsAs em 2004.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O lugar é lindo! :D Super recomendo para quem for a BsAs! :)

      Excluir

Não deixe de observar também!

Sempre vou responder ao seu comentário por aqui; mas, se você deixar o seu link, farei questão de ir observar na sua morada! ;)